04/12/20

Tragédia com ônibus de turismo do município de Mata Grande no sertão de Alagoas deixa 14 mortos e dezenas de feridos em Minas Gerais.

 

A identidade das vítimas e localidade em que residem ainda não foram reveladas.  Caso ganhou repercussão nacional e chocou população do alto sertão de Alagoas onde a empresa está sediada.

Por: Redação com G1/Globo / Créditos: PRF/Divulgação

Um ônibus caiu de um viaduto no km 350 da BR-381, conhecido como "Ponte Torta", em João Monlevade, perto da entrada para Dom Silvério, em Minas Gerais, nesta sexta-feira (4). Por volta de 16h20, os bombeiros informaram que há 14 mortes – 11 no local e três óbitos constatados durante o deslocamento para o hospital.

As vítimas estão sendo socorridas e levadas para o Hospital Margarida, em João Monlevade. Segundo os bombeiros, 26 pessoas ficaram feridas e tiveram que ser resgatadas até 16h40.

Desses feridos, três em estado muito grave – um adulto e duas crianças – tiveram que ser encaminhados ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, e foram direto para o bloco cirúrgico. As crianças chegaram de ambulância. O adulto chegou de helicóptero.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o ônibus tem placa do município de Mata Grande localizado no alto sertão de Alagoas, mas ainda não se sabe a origem e destino da viagem. A polícia também informou que a suspeita é de que o ônibus tenha perdido o freio. O motorista, ainda de acordo com a PRF, pulou do veículo e fugiu.

De acordo com a PRF, o acidente ocorreu às 13h30 e envolveu, além do ônibus, um caminhão. A pista teve que ser parcialmente fechada, em razão de veículos parados e pessoas que estão no local.

De acordo com testemunhas do acidente, o ônibus voltou de ré na ponte e quatro pessoas pularam do veículo, antes da queda.

A Polícia Civil informou, por volta de 16h40, que a perícia esteve no local para fazer os primeiros levantamentos. Os corpos serão encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) André Roquete, em Belo Horizonte, e para o Posto Médico Legal da cidade de João Monlevade. A causa do acidente será investigada.