quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Mesmo condenado em 2ª instância por desvios de recursos da merenda escolar, ex-prefeito acumula cargos públicos na Prefeitura de Canapi e na Assembléia Legislativa de Alagoas.


Pai do atual prefeito Vinicius Mariano, Zé Hermes ocupa os cargos de secretário de assuntos estratégicos na gestão do filho em Canapi e de Secretário Parlamentar na Assembléia Legislativa com rendimento líquido mensal de R$: 15,9 mil reais.

Por: Redação
Créditos: Ascom e Reprodução

Mesmo condenado em 2ª instância pelo TRF da 5ª região em Recife/PE a 12 anos e meio de prisão em Novembro/2012 e que posteriormente foi reduzida pelo próprio tribunal para 07 anos e meio em Junho/2013 em decorrência da Operação Gabirú desencadeada pela Polícia Federal que desarticulou uma organização criminosa que desviou milhões de reais da merenda escolar em diversos municípios do estado incluindo Canapi, o ex-prefeito José Hermes de Lima, popular “Zé Hermes” pai do atual prefeito Vinícius Mariano, após ser barrado pela Lei da Ficha Limpa de disputar as eleições municipais em 2016, conseguiu voltar a ocupar cargo público, só que desta vez não apenas um, mas dois, o primeiro por nomeação do seu próprio filho para o cargo de Secretário Municipal de Assuntos Estratégicos, pelo qual o ex-gestor não consta na folha de pagamento da prefeitura, ao contrário da segunda nomeação para o cargo de Secretário Parlamentar na Assembléia Legislativa de Alagoas, pelo qual recebe de rendimento líquido mensal de R$: 15,9 mil reais.

Em matéria publicada pelo site 7segundos no dia 06/04/2018 em resposta a denúncias de nepotismo na Prefeitura de Canapi (relembre aqui) e consequentemente a ocupação de cargo público pelo ex-prefeito mesmo com condenação em segunda instância, a assessoria informou segundo o site, que a decisão inicial proíbe a atuação em qualquer cargo, todavia, ele só fica impedido totalmente após transitado e julgado em todas as instancias, o que ainda não ocorreu.