11/08/21

Equipe do PNI/Canapi consegue atingir 60% da população vacinada com a 1° dose e 29% com a 2° dose distribuídas pelo Governo Federal.

Empenho dos profissionais de saúde do município é digno de reconhecimento, apesar da desvalorização e dos constantes ataques da atual gestão municipal aos servidores públicos municipais.

Por: Redação / Crédito: Divulgação/Redes sociais

No jogo sujo da politicagem é assim, raramente é dado o devido reconhecimento pelo sucesso de alguma causa a quem de fato se apresenta para o combate e enfrenta a batalha. E esta pandemia da Covid-19 é um exemplo perfeito desta disparidade, pois os mesmos profissionais de saúde que ouvimos diariamente serem exaltados em discursos populistas que muitos governantes fazem na mídia para enganar a população, nos bastidores a realidade é bem diferente. E o pior, que na hora de colher os frutos das ações destes profissionais, advinha quem recebe o reconhecimento, aliás, se auto-reconhece "salvador da pátria? Resposta: Exatamente quem você está pensando! Justamente, aquele que trata com total desprezo os direitos básicos dos servidores públicos em geral, que estes sim representam a mola que impulsiona a engrenagem do progresso e do desenvolvimento municipal, (dada as exceções parasitárias ainda existentes no serviço público).

E é em meio a semelhante cenário que os profissionais de saúde do município de Canapi no alto sertão de Alagoas, mais precisamente a equipe do PNI (Plano Nacional de Imunização), apesar dos pesares, não baixaram a cabeça, se apresentaram na linha de frente no combate ao vírus, e nela se mantém, só que neste momento motivados por uma grande conquista de 60% da população vacinada com a 1° dose e 29% com a 2° dose distribuídas pelo Governo Federal.

Vale salientar que de todas as doses aplicadas pela equipe do PNI/Canapi, absolutamente nenhuma foi adquirida pela Prefeitura e nem mesmo pelo Governo do Estado, apesar do STF ter decidido em Fevereiro deste ano (2021) que Estados e Municípios também poderiam comprar vacinas.