PREFEITURA DE INHAPI

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Prefeito de Canapi deve prestar contas dos recursos do FUNDEB e definir pagamento de um novo rateio para os professores efetivos.

Arrecadação total de 2013 bateu a casa dos 12 milhões e setecentos mil reais, 60% destes, exclusivo para pagamento dos professores.

Por: Marcio Martins/Central do Sertão
Crédito: Ascom/Pref Mun.


De acordo com informações de uma fonte fidelíssima deste blogueiro, o prefeito de Canapi Celso Luiz deve voltar a se reunir com os professores da rede Pública Municipal para prestar contas com a categoria sobre os recursos do FUNDEB, bem como os recursos da previdência municipal, como fora prometido pelo gestor em assembléia com a categoria em Dezembro/2013. A expectativa dos educadores é que o gestor possa definir com exatidão e "justiça" o quanto restou de sobra referente aos 60% do fundo e  como será rateado entre a categoria.

Polêmicas a parte, enquanto o prefeito Celso Luiz não descascar esse "abacaxi" continuará arrumando "Sarna pra se coçar", pois de todos os problemas e criticas que o mesmo veio a enfrentar em seu primeiro ano de governo, o famoso "rateio" dos professores com certeza é a maior de suas dores de cabeça, afinal, não se fala em outra coisa no municipio senão as especulações sobre a quantia que cada professor terá direito.

Lembrando que dos valores correspondentes as sobras do FUNDEB (60), uma quantia considerável já foi retirada, cerca de quase 400 mil reais destinado ao quadro efetivo pago em Dezembro, mais precisamente 2 mil reais para cada educador e segundo informações não oficiais, outros 180 mil para os professores contratados, visto que fala-se em um quadro 300 educadores, que no final de Dezembro receberam 600,00 de Abono (cada).

Além destas despesas já efetuadas do FUNDEB (60), ainda devem ser pagos os salários do mês de dezembro de todos os professores contratados que ainda estão sem receber. A previsão mais otimista é para o próximo dia 12 deste corrente mês.

Apesar destas importantes informações recebidas e repassadas por este blogueiro, ainda não há data definida para realização desta inédita prestação de contas. Contudo! sabe-se que qualquer cidadão pode ter acesso as receitas destinadas as prefeituras, mas as despesas que também deveriam ser públicas, como já fora dita em matéria anterior deste blog "ninguém sabe, ninguem viu". Daí somente através desta tão esperada prestação de contas prometida pelo prefeito e que tudo será posto em pratos limpos, pelo menos é o que esperam os professores.

2 comentários:

  1. Engraçada é a situação dos servidores efetivos do Inhapi que deverá diante da merreca que não qiestionam de que além de ser pouco ainda dividirar-se-a com os contratados que têm menos de um mês de trabalho. Acorda meu povo! O prefeito não tem sido justo e o secretariozinho só comendo o que é nosso. Sa-ca-na-gem!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que quem escreveu, não tem nenhum fundamento de suas falas, pois os contratados trabalharam um ano letivo completo, com planejamentos, plano de aula e caderneta completa e fazem parte do FUNDEB 60 no ano de 2013 se o valor do rateio é para os profissionais da área, nada mas justo de dividir para os mesmo. Uma observação os mesmos trabalharam o ano letivo completo e não apenas um mês como mencionado.

      Excluir