PREFEITURA DE INHAPI

sábado, 25 de janeiro de 2014

Presidiário em liberdade condicional é morto a tiros dentro de casa em Delmiro Gouveia


Fábio dos Santos Silva, 37, respondia por tentativa de assalto a banco, em Inhapi, e estava em liberdade condicional.



O presidiário Fábio dos Santos Silva, 37, que respondia por assalto a banco, foi morto na manhã deste sábado (25), por volta das 5h, em sua residência, no povoado Jardim Cordeiro, em Delmiro Gouveia. O criminoso estava em prisão domiciliar, sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.
Dois homens em um carro Gol, de cor branca e placa não anotada teriam chegado na moradia de Fábio e o chamado pelo nome, quando ele saiu para ver quem era, antes de abrir a porta, foi atingido com dois tiros e ainda tentou correr de volta para o quarto, mas foi alvejado com outros disparos que o feriram nas costas e na nuca. Fábio morreu no local. O crime aconteceu na presença de um adolescente de aproximadamente 15 anos, filho da vítima.
Os assassinos teriam fugido tomando destino ignorado. Guarnições da Rádio Patrulha e do Grupamento de Polícia Militar (GPM) daquele distrito estiveram no local para realizar os primeiros levantamentos.
O corpo foi removido por Guardas Municipais do município e levado para o necrotério da Unidade de Saúde Antenor Serpa, de onde foi recolhido por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML), de Arapiraca.
A polícia civil suspeita que o motivo do crime tenha sido queima de arquivo, efetuada pela quadrilha de roubo a banco em que Fábio dos Santos faria parte. O caso vai ser investigado pelo delegado regional, Rodrigo Rocha Cavalcanti.
Prisão de Fábio
Fábio dos Santos tinha sido preso no início de julho de 2010, durante uma operação realizada pelo 9º Batalhão da Polícia Militar, na divisa dos estados de AL e BA, ocasião em que também foram capturados Roberto Elder Freire Santana, 31, Kennes José André, 39, e Flávio Gomes, 29. O quarteto era integrante da quadrilha que, na madrugada do dia 24 de maio daquele ano, tentou assaltar um cash do Banco do Brasil (BB), instalado na prefeitura de Inhapi.
No momento das prisões, os policiais encontraram com os criminosos duas pistolas calibre 380, um revólver calibre 38 e uma toca ninja, além de uma certa quantidade de munição de vários calibres. O material apreendido teria sido utilizado na investida contra o posto bancário do BB, atacado pela quadrilha, durante a realização de uma vaqueja, em Inhapi, ocasião em que foi travada uma intensa troca de tiros com a Polícia Militar e o bando conseguiu fugir.

 CENAS FOTTES: CLICK AQUI


FONTE MINUTO CERTÃO
POR ÍTALO TIMÓTEO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário