PREFEITURA DE INHAPI

domingo, 15 de novembro de 2015

A atual administração de Mata Grande só visa o uso do dinheiro público em benefício próprio. Diz pré-candidato a prefeito em entrevista ao Blog Central do Sertão.

Gerson Klayton, concedeu entrevista a nossa equipe de reportagem falando dos seus projetos para o município caso seja confirmada sua candidatura, bem como sua avaliação pessoal sobre o atual cenário político de Mata Grande.

Nome: Gerson Klayton da Silva
Idade: 46
Profissão: Bancário
O que lhe motiva a vir disputar as eleições para prefeito de Mata Grande?


O que mais me motiva é dar uma nova opção de voto pra o povo de Mata Grande, uma alternativa fora da polarização criada pelas famílias que governaram a cidade até hoje. Tirar o povo da obrigação de escolher entre A e B e poder escolher por um candidato que saiu do meio deles. Acredito que é importante o povo ter uma opção de candidato que tem sua vida voltada para o trabalho e que não vê política meramente como profissão, mas sim como uma oportunidade de trabalhar em função da comunidade e dar melhores condições ao seu município. Alguém que tenha com que viver e viva dignamente do seu trabalho. Chega de políticos profissionais. No atual momento em que vivemos no país, não precisamos mais de políticos apenas, mas sim que eles sejam muito mais administradores. Conheço muito bem o funcionamento da estrutura da prefeitura, pois como todos sabem já trabalhei como secretário de finanças do município de Mata Grande, é sempre um novo e importante desafio assumir o cargo de chefe do executivo, porque tenho sonhos para esta cidade que quero tornar realidade. É uma responsabilidade grande, mas ao mesmo tempo muito motivadora, porque vou construir um projeto com participação popular para trabalhar a base das necessidades desse povo tão carente de políticas públicas e projetos em todas as áreas. Antes de tudo afirmo se meu nome for aprovado pelo meu partido a minha proposta é tirar o povo dessa atual situação de desmando político, de compra de voto, de assistencialismo, de total falta de projetos, do uso da prefeitura para benefícios que não condizem com o bem da população.

O que o Sr. poderia fazer pelo povo de Mata Grande que não fez enquanto esteve vereador?


Enquanto vereador, apresentei projetos, indicações, requerimentos que beneficiaram a população local. Infelizmente, em alguns momentos como vereador ficamos limitados, pois a lei proíbe a apresentação de projetos que criem despesas para o executivo. Se pra resolver o problema da população, precisamos criar despesa, só me restava apresentar indicações e requerimentos que nem sempre foram aceitos e implantados pelo chefe do executivo.

Quais os projetos a beneficio da população matagrandense que o Sr. apresentou enquanto vereador  e quais foram aprovados e executados?


Essa pergunta é um pouco parecida com a anterior, mas como é praxe na nossa região o vereador faz coisas fora de sua função, ajudei muitas pessoas que me procuravam na área da saúde, como cirurgias, exames, tudo isso através do bom relacionamento que tenho com os profissionais da saúde, fui o único vereador a ajudar na criação do sindicato dos servidores de Mata Grande (o que muito me orgulha) trouxe para Mata Grande o presidente da Central Única dos Trabalhadores - CUT para ajudar nas discussões a respeito da criação do Sindicato, fui o único vereador a levantar a bandeira do RATEIO DO FUNDEB, usando a tribuna e a rádio local, para exigir da Prefeitura o pagamento de um direito de todos os professores que hoje recebem graças a minha iniciativa na época. Participei ativamente da luta dos servidores públicos para implantação dos adicionais noturnos e de insalubridade, pela concessão e pagamento de férias e décimo terceiro salário a todos os servidores, inclusive os garis que não recebiam estes benefícios. Comprei a briga nas discussões na câmara relativas aos aumentos dos servidores públicos municipais, entre outras conquistas dos mesmos das quais me orgulho de ter feito parte defendendo-os e respeitando-os. Sempre defendi a valorização do servidor público municipal por isso não medi esforços em relação à constituição do sindicato representativo da categoria.

Na sua opinião, qual a importância da Câmara Municipal para o município de Mata Grande?


A importância da Câmara Municipal, ao meu ver, é a mesma de qualquer Poder Legislativo, funções básicas como elaboração de Projetos de Leis, função fiscalizadora, que tem por objetivo o exercício do controle da administração local, principalmente o julgamento das contas apresentadas pelo Prefeito. Trabalhar pela sociedade e estar em contato direto com seus problemas, a fim de buscar as soluções. Os vereadores que compõem a casa são também cidadãos do município, e por isso devem se fazer presentes nas discussões e tomar decisões que representem a parcela da população que os colocou ali. É muito importante também que a Câmara seja um lugar de articulação e debate de políticas sérias, que visem o desenvolvimento do município e, acima de tudo, o bem estar da população. Dessa forma, acredito que a câmara é muito importante e deve ter os mesmos objetivos de melhoria das condições de vida da cidade para o bem da população.

Na prática ela representa o povo ou os interesses do chefe do Poder Executivo?


Eis aí o problema. O Presidente atual é irmão do Prefeito, e na prática, a câmara tem servido como uma ferramenta poderosa para garantir os interesses do poder executivo. Alguns vereadores tentam através de indicação fazer valer seu mandato, mas infelizmente só as que interessam ao Presidente e ao Prefeito são postas em prática. É aí que a Câmara perde a importância, que é a de trabalhar pelo bem do município e da população.

Qual a sua avaliação sobre a atual gestão do prefeito Jacob Brandão?


A verdade é que a atual gestão não tem cumprido seu dever para com o povo de Mata Grande, é uma administração que só visa o uso do dinheiro público em benefício próprio, dinheiro esse que é resultado dos nossos impostos pago com o suor do nosso povo sofrido. Não desenvolveu projetos, não tem uma obra se quer inaugurada, não investe em saúde, em educação, infraestrutura, na área da assistência o que vemos são ações assistencialistas desrespeitosas às custas, em alguns momentos, de humilhações daqueles que recebem míseros benefícios, o povo não precisa de esmolas e sim de emprego, de investimento para uma melhor qualidade de vida. A mais de três anos vivemos uma seca devastadora e a prefeitura sem nenhum programa para levar água ao nosso povo, talvez até apareça, tá chegando as eleições! O povo de Mata Grande está cansado de promessas não cumpridas, de prefeitos que só desviam recursos para sustentar sua ostentação e seu luxo na capital, cometendo desmandos desrespeitando a democracia e o eleitor. Basta vocês pegarem o que está disponível no site do TSE relacionado às declarações de bens que foram apresentadas pelos irmãos Júlio e Jacob quando de suas primeiras eleições em 2008. O Jacob apresentou apenas um veículo Frontier e o Júlio, na ocasião, não possuía nenhum bem a ser declarado. Hoje, não preciso nem falar o que os mesmos possuem, pois eles mesmos fazem questão de ostentar para todos verem com seus próprios olhos tanto pessoalmente como nas redes sociais. Particularmente acho isso um absurdo e uma falta de respeito sem tamanho com quem os elegeu.

Quais são os seus principais projetos caso se concretize sua candidatura a prefeito e posteriormente venha a ser eleito?


Sendo meu nome aprovado pelo meu partido para disputar as eleições, vou atuar em todas as áreas porque todos sabem que até hoje nunca se fez nada pela cidade, pois o dinheiro público sempre foi usado para benefício próprio e para um pequeno grupo de pessoas aliadas ao governo. Tenho projetos para melhorar a educação, aumentar os índices que só fazem cair nessa área, onde o IDEB hoje é baixíssimo prejudicando nossos estudantes que são os principais interessados, porque entendo que a educação de qualidade é a base para proporcionar um futuro para eles. A saúde também é uma área que está precária em Mata Grande, vou investir fortemente em instalações, na contratação de profissionais qualificados em todas as áreas e do fortalecimento do programa saúde da família. Vou colocar em prática projetos na área de infraestrutura, pois até hoje não se fez nada nessa área, entre outras coisas vou incentivar a criação de  uma cooperativa para coleta seletiva e reciclagem de lixo, gerando emprego e cumprindo a lei de resíduos sólidos. Vou fazer a diferença na área da segurança pública, vou  reativar a Guarda Municipal, mais uma estratégia para a geração de emprego e renda. Outra área que merece atenção especial é a Assistência Social, onde vou acabar com o assistencialismo e trabalhar com a garantia de direitos a nossa população, através da criação de projetos no CRAS com o oferecimento de cursos de capacitação e qualificação profissional. Quando secretário de finanças fiz questão de coordenar um programa de combate a seca, em todo município, levando água pra nosso povo. O turismo religioso é uma importante fonte de movimentação de renda na nossa cidade, não vou medir esforços para ajudar o Padre Sizo na construção da estátua de Santa Terezinha, para que os romeiros que vierem a nossa cidade gerem lucros ao comércio local, gerando mais emprego e renda. Dessa forma vou desenvolver essa área a fim de tornar Mata Grande um importante roteiro conhecido nacionalmente. Retomar as festas tradicionais do nosso município, extintas ao longo dos anos. Não temos mais uma festa de renome no cenário estadual que possibilite o turismo e atraia visitantes à nossa terra e principalmente a volta, mesmo que a passeio, dos filhos de Mata Grande que hoje residem fora do município. Precisamos desenvolver políticas para a juventude, tirar dessa turma a aproximação com o álcool e drogas, dando-lhes oportunidades de capacitação o que lhes garantirão emprego e renda não só no nosso município mas onde eles estiverem residindo. Enfim, trazer qualidade de vida e respeito à nossa população. Outra área de primordial importância para o nosso município é a agricultura, onde vou fazer essa secretaria ser atuante, porque hoje isso simplesmente não existe, com técnicos capacitados e uma política voltada para o pequeno agricultor e a agricultura familiar, com projetos  que façam essa área crescer, buscando parcerias com o Banco do Brasil e Banco do Nordeste, valorizando o enorme potencial da nossa região; quero dar a vez ao nosso homem do campo, lutador, tão carente de investimentos nessa área. Na área do esporte vou realizar campeonatos de futebol de salão, de campo e outras áreas do esporte, tanto nas escolas como no município em geral, usando um estrutura hoje praticamente abandonada que é o ginásio de esportes de nossa cidade. Na área de eventos vou dar total apoio as pega de boi no mato, corridas de argola, missa do vaqueiro e outros grandes eventos, dando oportunidade a todos artistas da terra, vou realizar grandes eventos religiosos com a participação de todas as religiões, levando a palavra de DEUS ao nosso povo. Quero dizer a população de Mata Grande que tem dinheiro pra tudo isso que falei, o que não falta é recursos, e sim cuidar da nossa MATA GRANDE, mas como cuidar se não moram aqui ?

Como o Sr. ver esta aliança entre a Família Brandão e o ex-prefeito Fernando Lou, do qual o Sr. já foi grande aliado político e da pré-candidatura do filho do ex-deputado Celso Luiz?

A aliança da Família Brandão e o ex-prefeito Fernando Lou, só serviu pra mostrar a população de Mata Grande quem é o verdadeiro Fernando Lou, um desrespeito a população de Mata Grande, que apostou suas fichas em candidatos que não realizaram nada consistente pelo povo, que só pensam em comprar as pessoas e se beneficiar com o dinheiro público, que têm sua prática atrelada a políticas coronelistas e patrimonialistas, de um assistencialismo que chega a ser vergonhoso, porque, volto a dizer, o povo não precisa de esmolas e sim de terem os seus direitos garantidos através de políticas sociais efetivas. fui aliado político de Fernando Lou porque acreditei piamente que ele era uma boa opção para Mata Grande, o que infelizmente concluí que não, pelo desrespeito com o povo, por ser um prefeito que usava de mentiras para enganar o eleitor honesto da nossa amada Mata Grande. Em relação a candidatura do filho do atual prefeito de Canapi, Luiz Pedro, só tenho a dizer que será "trocar seis por meia dúzia", ou melhor 6 por 5, esse negócio de colocar jovem sem experiência na prefeitura trouxe um trauma muito grande pra nossa cidade, porque na verdade quem manda é o pai, e isso não queremos ver novamente. É claro que todos estão vendo o caos que o prefeito de Canapi está fazendo nesta cidade, onde o povo não quer nem ouvir falar no seu nome, caos este que também seu irmão deixou no Município de Inhapi, o que mostra o potencial destruidor desses políticos descompromissados com o bem do povo. No geral, todos sabem, são da mesma família Brandão e como já aconteceu anteriormente sempre voltam a se aliar com interesses financeiros, fazendo todos de tolos. Todos também conhecem os seus modelos de administração. Será que Mata Grande quer continuar desta forma?

O que o Sr. acha da compra de votos e qual será sua estratégia para conseguir convencer o eleitorado Matagrandense?


Essa é uma questão interessante e eu vou bater muito nessa tecla. A gente já tá cansado de saber que a compra de votos leva à corrupção. Os políticos profissionais não entram pra perder dinheiro, tudo que é gasto durante a campanha com compra de votos é recuperado na gestão por meio de desvio do dinheiro público. E isso já se tornou um "câncer", corroendo as entranhas da administração pública. Eu quero deixar bem claro que não vou fazer parte desta metodologia de campanha. Quem acreditar em mim deverá votar com sua consciência, pois quero dar ao povo Matagrandense uma opção de voto limpo e sem amarras. Nunca precisei de politicagem para sobreviver e agora não vai ser diferente. Sou funcionário de carreira do Banco do Brasil e hoje, perto de me aposentar, vejo na política uma forma de fazer o bem e de lutar pelo desenvolvimento do município que escolhi pra viver e ajudar quem mais precisa. A compra de voto é uma verdadeira vergonha que há anos faz parte da história política de Mata Grande, que se enraizou de tal forma nas estruturas políticas que por muito tempo foi o que elegeu candidatos, de forma que fere os direitos democráticos desse povo, porque quem vende seu voto depois não tem condições de exigir melhorias na sua cidade. Quero atuar com a perspectiva de convencer o povo com os meus projetos para Mata Grande que realmente irei colocar em prática como chefe do executivo, pretendo trabalhar a mente dos eleitores através da ideia de que o ato de vender o voto não vai melhorar em nada a vida deles, que serão os mais atingidos com as consequências desse ato. Pretendo convencê-los com minha boa índole, que todos conhecem porque sempre fui um trabalhador, um homem de família humilde porém honesto, e no que pude sempre procurei fazer o melhor por Mata Grande. A realidade política do Brasil é marcada infelizmente por um quadro de corrupção que atinge hoje nossa vida de forma dramática, se o povo não se convencer de que precisam saber escolher pessoas realmente honestas, que não usem o dinheiro público para benefícios próprios, continuaremos pagando impostos para serem usados para sustentar o luxo desses políticos desonestos.

Considerações finais...
Só quero aqui pedir ao povo de Mata Grande e principalmente aos jovens que representa uma grande parcela da população do nosso município,  que pensem, que reflitam que tipo de cidade eles querem para seus filhos e seus netos, uma cidade onde se viva dignamente, com honestidade, com emprego e escolas boas para garantir seu futuro. Que não se iludam com candidatos desonestos que chegam em suas casas na madrugada carregando malas de dinheiro desonesto, querendo comprar a confiança e a dignidade do povo. Que reflitam que político honesto é o que não só Mata Grande, mas todo o Brasil está precisando atualmente. Caso seja indicado pelo meu partido, teremos muitas oportunidades para analisarmos juntos e planejarmos o futuro para nossa terra. Tenho total apoio do Deputado Estadual Ronaldo Medeiros e do Deputado Federal Paulão, os dois com grande trabalho realizado no estado e aqui no município vizinho de Inhapi, trazendo obras importantes para o desenvolvimento daquele município, e tenho certeza que com fé em DEUS e apoio dos amigos que confiarem em mim DIAS MELHORES VIRÃO.

4 comentários:

  1. realmente vc pode ate não lembrar de mim mais trabalhei na eleição dos servidores ate quando jane ganhou também estava la, isso é muito importante e como cutista falo e a seguro votem em pessoas que vem do povo para o povo

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela coragem, nos conhecemos há muitos anos e sei de sua índole, precisamos de pessoas que façam política em benefício do povo. Você será o administrador mais exemplar deste município com certeza.

    ResponderExcluir