19/02/21

[COLUNA PÃO & CIRCO] Entre ratos, laranjas e privilégios, extrema pobreza avança em Canapi.

 


O ano é 2005, Policia Federal desencadeia a famosa Operação Gabiru e prende o prefeito de Canapi acusado de integrar uma organização criminosa que desviou milhões em recursos públicos da merenda escolar, 07 anos mais tarde em 2012, o GABIRU é condenado a 12 anos e meio de prisão, mas após recurso, tem pena reduzida para 07 anos e meio e se livra do regime fechado e mesmo após condenação transitada em julgado no STJ, responde em liberdade até os dias atuais.

2016 - A Polícia Federal voltar a bater mais uma vez a porta da Prefeitura Municipal desta vez para cumprir 04 mandatos de prisão contra o prefeito, o vice e dois secretários que se utilizando de laranjas teriam desviados pelo menos 17 milhões em precatórios da educação. Desta vez a ação da PF foi destaque em rede nacional em reportagem exibida pelo Fantástico da Rede Globo. Ex-prefeito chegou há passar 11 meses preso, contudo, atualmente todos os envolvidos em mais esse escândalo de corrupção também respondem em liberdade.

2017 – Após vencer as eleições (2016), filho do ex-prefeito Gabiru é contemplado pela Câmara de Vereadores com um dos maiores salários de prefeito do Brasil R$: 21 mil reais, superando o salário do prefeito da maior metrópole do país (São Paulo) que a época recebia pouco mais de R$: 17 mil. E não parou por ai, pois numa “tacada só” também foram reajustados os salários do vice-prefeito de R$: de R$: 7 para 10,5 mil reais e dos vereadores de R$: 4,5 mil para R$: 06 mil reais, mais um aumento de 167% na verba indenizatória de R$: 1,5 mil para R$: 4 mil reais.

2020 – Prefeito é representado judicialmente pela Defensoria Pública do Estado por se negar a distribuir os kits merendas aos alunos da rede municipal de ensino, justiça determina a entrega, gestor recorre ao Tribunal de Justiça que mantém a determinação do juiz de primeiro grau. Ainda neste mesmo ano, secretários municipais recebem indevidamente o auxílio emergencial do Governo Federal destinado a trabalhadores autônomos e pessoas de baixa renda.

2021 – Canapi é destaque no maior Jornal de Economia do país (O Valor Econômico do Grupo Globo) pelo avanço da miséria que estaria atrelado segundo a reportagem ao fim do auxílio emergencial, contudo, desde 2010 segundo o IBGE, o município possui 90,2% da sua população em situação de pobreza, sendo 43,4% em extrema pobreza.

Vale destacar que nos últimos 20 anos Canapi vem sendo dominado justamente pelos dois ex-prefeitos, o "Gabirú" e o "Produtor de Laranjas", (o primeiro afilhado político do segundo), ambos, presos e condenados por saquear os cofres do município.

Mas como para tudo e para todos existem aqueles defensores fanáticos, apaixonados e xumbetas que insistem em “tapar o sol com a peneira” e dizer que a extrema pobreza em Canapi não tem relação alguma com o histórico político aqui exposto, deixo aqui um único questionamento que aniquila toda e qualquer argumentação dos que se beneficiam pela omissão e pela cumplicidade da corrupção, dos vícios políticos e seus privilégios:

 1 – Que programa habitacional, profissionalizante, social e de geração de emprego e renda foi custeado e desenvolvido pela Prefeitura Municipal nos últimos 20 anos de modo a combate a pobreza e a extrema pobreza em Canapi?

CONCLUSÃO: Entre ratos, laranjas e privilégios, extrema pobreza em Canapi segue avançando...

 

LEIA TAMBÉM!

Os intocáveis de toga e o pior de todos os crimes do século XXI... “trabalhar”


ATENÇÃO! O conteúdo desta coluna é de total responsabilidade da redação.