08/02/21

“Tenho medo de passar fome” - Canapi volta a ser destaque nacional, desta vez pelo avanço da extrema miséria e ameaça da fome.

 
Município foi protagonista de uma reportagem do principal Jornal de Economia do país, o Valor Econômico do Grupo Globo.

Por: Redação / DESTAQUE: Valor Econômico

Após seguidos escândalos de corrupção que levaram o município de Canapi localizado no alto sertão do estado de Alagoas a estampar os principais jornais do país, tendo como protagonistas desses escândalos, os últimos três prefeitos anteriores ao atual, presos por desvios milionários de recursos públicos, bem como pela imoralidade dos elevados salários dos políticos locais, com destaque para o prefeito Vinicius Lima que em 2017 em seu primeiro ano de governo chegou a ganhar mais que o prefeito da maior metrópole do país (São Paulo) e que atualmente ainda recebe mais que o prefeito da capital do estado (Maceió) onde o prefeito JHC recebe R$: 20 mil reais por mês enquanto Vinicius recebe R$: 21 mil reais, isso, num município onde entre 80 e 90% da sua população sobrevive apenas do Bolsa Família, sustentando números alarmantes de pobreza e extrema pobreza que nesta segunda-feira (08) foi destaque nas páginas do principal Jornal de Economia do país, o Valor Econômico do Grupo Globo.

Na reportagem, disponível somente para assinantes do Jornal, foram entrevistadas pelo menos 04 famílias carentes do município, residentes no Bairro Floriano Peixoto, popular “Favelinha” e na zona rural na comunidade do Poço do Boi, aonde um dos entrevistados chegou a dizer que em meio a tantas dificuldades, teme passar fome. E é justamente no sitio Poço do Boi, onde a extrema miséria salta aos olhos, devido às inúmeras famílias que em pleno século XXI ainda residem em casas de taipa e até mesmo em aprisco para animais.

Procurado pelos jornalistas do Valor Econômico, o prefeito Vinicius Lima não foi encontrado (pra variar), afinal de contas, o mesmo reside na capital, coube então ao Chefe de Gabinete José Valério responder pelo mesmo apontando como enfrentamento do problema a ampliação de um programa assistencialista municipal no valor de R$: 75,00 tendo em vista que o município não tem orçamento para fazer frente com o espaço deixado pelo auxílio emergencial do Governo Federal, o qual a reportagem do Valor Econômico aponta como fator determinante para o aumento da miséria no município, visto que, o encerramento do programa impactou diretamente na vida das famílias.

Ainda segundo a reportagem do Valor Econômico, Canapi é descrito como reduto político do recém eleito presidente da Câmara dos Deputados Arthur Lira, isso porque o deputado Alagoano além de ter sido bem votado no município conta com o apoio do atual prefeito que é do seu partido o (PP).

Para ter acesso ao conteúdo completo da reportagem do Jornal Valor Econômico, acesse o link a seguir e se torne um assinante: https://valor.globo.com/brasil/noticia/2021/02/08/cidade-do-sertao-de-al-vive-ressaca-pos-auxilio.ghtml