14/04/21

[EXCLUSIVO!] Sede da Polícia Militar em Canapi tem energia cortada e município fica sem policiamento após desocupação do imóvel.

 

Efetivo está alojado na CISP em Mata Grande. Prefeitura alega que foi a própria PM que pediu para sair da casa e que a energia foi cortada porque perderam os talões e não foi possível efetuar o pagamento. 

Por: Redação 

Se o que é ruim não pode piorar, em Canapi pode! Afinal de contas, a segurança do município que é composta por um efetivo de apenas 03 (três) policiais militares, alias, era, pois esta semana, os mesmos foram desalojados da casa de apoio que servia de GPM – Grupamento de Polícia Militar, após ter a energia cortada por falta de pagamento que deveria ser assumida pela Prefeitura Municipal. 

Uma vez “Desabrigados” os policiais militares se instalaram no CISP – Centro Integrado de Segurança Pública de Mata Grande, informação confirmada pelo comando da unidade. 

O que diz a Prefeitura de Canapi

Ouvida a gestão municipal através da sua Assessoria de Comunicação, a mesma afirmou que foi a própria PM que pediu para sair da casa e que a energia foi cortada porque perderam os talões que deveriam ser entregues na administração, mas nunca foram. Por esse motivo, não foi possível efetuar o pagamento até que chegou o pedido de corte. 

Ainda segundo a assessoria, que fez questão de frisar que a responsabilidade da polícia é do estado e não do município, a situação já está resolvida, que todas as providências já foram tomadas e a PM já está voltando para Canapi.