quinta-feira, 12 de março de 2020

Prefeitura de Piranhas tem quase meio milhão de reais bloqueados por ordem judicial.


 
No ano de 2018 a prefeita Maristela sena Dias utilizando artifícios arcaicos e desonestos, passou a repassar valor inferior ao devido como duodécimo para a câmara de Piranhas.

Após perder na comarca de Piranhas, 1º grau, perder no TJ-AL, STJ e STF, no dia de hoje, 10/03/2020 foi publicada decisão no diário oficial da justiça com a decisão do bloqueio.

Maristela descumpriu prazos para pagamento, descarou ordens dos tribunais superiores e a medida que se fez necessária para garantir o dinheiro que foi indevidamente deixado de repassar é o bloqueio judicial.