PREFEITURA DE INHAPI

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Jovem tenta matar outro, tem arma tomada pela vítima e acaba morto

Crime aconteceu no Alto da Santa Luzia, zona periférica de Santana do Ipanema.

Alagoas Na Net
O jovem David dos Prazeres dos Santos, conhecido como “Deivinho”, 18, foi assassinado com um disparo de arma de fogo e várias pedradas, no final da tarde desta segunda-feira (30), por volta das 17h30, no Alto da Santa Luzia, em Santana do Ipanema. O acusado do crime foi identificado como Ronaldo Januário da Silva.

Segundo a polícia, o jovem tinha saído de casa na companhia de um amigo em uma motocicleta e iria matar Ronaldo Januário, mas durante a investida contra o alvo, “Deivinho” acabou tendo a arma tomada pela vítima e tentava fugir, quando foi atingido com um tiro nas costas e caiu da moto. O motociclista se evadiu do local ao perceber que o passageiro havia sido ferido e que tinha caído do veículo.

No chão e desacordado, o jovem que estava trajando apenas camiseta e cueca ainda foi atingido com várias pedradas na cabeça, ferimentos que desfiguraram sua face. Três pedras, duas delas com mais de 10 quilos, foram encontradas ao lado do corpo.


Uma adolescente de 15 anos, irmã da vítima, disse à polícia que seu irmão teria desavenças com o acusado, mas não sabe informar o motivo pelo qual ele queria matar seu executor. A moça também diz que não sabe porque “Deivinho” estava sem bermuda e nem o nome do rapaz que saiu com ele de moto, mas fala que o motociclista no avisou à família sobre o ocorrido.

Na delegacia, foi levantado que David dos Prazeres tinha várias passagens pela polícia por vários crimes, como furto e roubo, ameaça e lesão corporal, acusações atribuídas na época em que o mesmo ainda era menor de idade. Ronaldo, então acusado do homicídio, já tinha sido preso por tentativa de roubo.


O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), em Arapiraca. O caso vai ser investigado pelo delegado Rosivaldo Vilar, titular da 2ª Delegacia Regional de Polícia (DRP).

Por Jota Silva: Crédito: Alagoas Na Net

Nenhum comentário:

Postar um comentário