terça-feira, 12 de novembro de 2019

Associação de pequenos produtores de Água Branca recebe Escrituras Públicas em Piranhas No Sertão

Moradores da comunidade Capim zona Rural de Água Branca no sertão Alagoano receberam hoje suas escrituras públicas das mãos da tabeliã

Neste terça feira (12), estiveram presentes no cartório do município de Piranhas no Sertão de Alagoas alguns produtores rurais para fazer e assinar as escrituras públicas de suas propriedades que ficam localizadas no sítio Capim na zona Rural de Água Branca. Seria um simples fato se não fosse a longa história de luta que essa comunidade travou em seus longos 15 anos de existência. 

Sua historia:

No ano de 2004 se formou uma associação composta em sua grande maioria de moradores da comunidade inhapiense  denominada serrote dos flores. Essa associação localizou uma grande propriedade do então dono o senhor José de Luna, fazendeiro da região na época. Ele colocou a venda a propriedade, sendo a associação compradora através do programa Nacional de crédito fundiário.  

No momento em que aconteceu a aquisição do imóvel Rural, o Movimento Sem terra "MST" invadiu a propriedade deixando todos os membros da associação atual proprietária, fora das terras. Foi acionado a justiça para a reintegração do imóvel aos seus propietarios, ficando em processo judicial na comarca de Água Branca durante 5 anos.

Em 2010 o Juiz da Comarca determinou por ordem judicial a imediata reintegração de posse, essa medida foi logo tomada por parte do batalhao da Policia Militar, devolvendo a terra aos cuidados dos verdadeiros donos.

No ano de 2015 houve o pagamento final de todas as pequenas propriedade da comunidade, ficando livres para a confecção das escrituras e logo após seu registro.  

O cartório do município de Piranhas se dispôs a fazer as escrituras dando total orientação e apoio aos  produtores rurais. "Hoje está sendo um grande dia. Sentir que sou dono do meu chão não tem preço " afirmou emocionado o senhor Djalma Menezes. 

Nessa primeira etapa foram 10 famílias contempladas, restando mais 2 etapas. Ao todo são 27 famílias para confeccionar suas escrituras públicas. 

O Portal de notícias Sertão Curioso parabeniza todos dessa comunidade por essa conquista

Fonte Sertão Curioso

https://www.sertaocurioso.com.br/