quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Prefeitura Municipal de Inhapi financiará a formação de 05 jovens médicos por ano no Paraguai.

Projeto de Lei de autoria do Poder Executivo foi apresentado pelo líder do governo na Câmara de Vereadores, Vereador Prof. Roseildo e aprovado por unanimidade nesta sexta-feira (08).

Por: Redação
Créditos: Natécio Fagner/CS

A Prefeitura Municipal de Inhapi através do prefeito José Cícero Vieira deu um grande exemplo de valorização e incentivo à educação, bem como de preocupação com a oferta de atendimento em saúde da população ao conseguir a aprovação pela Câmara Municipal de Vereadores nesta sexta-feira (08) de um projeto inovador denominado MEDSERTÃO, que tem como objetivo financiar a formação de 05 jovens médicos por ano fora do país, mais precisamente, no Paraguai.

O Projeto Lei de autoria do Poder Executivo foi apresentado pelo líder do governo na Câmara Prof. Roseildo e aprovado por unanimidade entre os vereadores presentes. A votação foi acompanhada por dezenas de alunos da rede estadual e municipal de ensino, em especial das Escolas: Rubens Nunes, Nezinho Pereira e da Aldeia Koiupanká, além de jovens da sociedade em geral que no próximo ano participarão de uma seleção que ofertará 05 vagas para o financiamento do curso de medicina no Paraguai, sendo distribuídos da seguinte forma: 01 vaga para os formandos do Ensino Médio da Escola Rubens Nunes, 01 para os alunos da Escola Nezinho Pereira, 01 para os alunos da Escola Indígena e 02 vagas para os estudantes que já concluíram o ensino médio.

Feita a seleção e a escolha dos aprovados, estes fixarão residência no Paraguai onde terão seus estudos pagos pela Prefeitura Municipal de Inhapi, a qual objetiva que após a conclusão do curso os jovens médicos inhapienses desenvolvam sua atividade médica no município. O processo de seleção será feito anualmente pela Secretaria Municipal de Educação. Poderão participar apenas estudantes residentes em Inhapi que tenham estudado em escola pública com idade superior a 18 anos e que estejam cursando o 3º ano do ensino médio ou que já tenha concluído.