sábado, 2 de novembro de 2019

Livro IndignAÇÃO do escritor canapiense Marcio Martins será lançado na 9ª Bienal Internacional do Livro em Alagoas na próxima quarta-feira (06).


Lançamento será no stand da AAL – Academia Alagoana de Letras.

Por: Redação com informações GazetaWeb

A 9ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas teve início nesta sexta-feira (01) e segue até o dia 10 deste corrente mês de Novembro.

Considerado um maior evento literário do estado é uma realização da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), por meio da Editora Universitária (Edufal), com o apoio da Prefeitura de Maceió que nesta edição preparou como palco da festa literária os prédios históricos, praças e a Rua Sá e Albuquerque, no bairro do Jaraguá, em Maceió. 

Com o tema "Livro Aberto - Literatura, Liberdade e Autonomia", a programação conta com palestras, painéis, mesas-redondas, performances, oficinas, seminários e shows. São mais de 100 atrações, além da tradicional feira de livros e lançamentos de livros de escritoras e escritores de Sergipe, Pernambuco, Bahia, Distrito Federal e de Alagoas, inclusive do interior, como do escritor Marcio Martins, da cidade de Canapi no alto sertão do estado, membro efetivo da ACALA – Academia Arapiraquense de Letras e Artes, que na próxima quarta-feira (06) estará lançando no stand da AAL – Academia Alagoana de Letras juntamente com outros acadêmicos da ACALA, seu livro de provocações filosóficas sobre religião e política intitulado IndignAÇÃO.

Com investimento de, aproximadamente, meio milhão de reais, todas as secretarias da Prefeitura estarão envolvidas na logística e no desenvolvimento da Bienal. A expectativa é que, durante os 10 dias da edição, mais de 250 mil pessoas passem pela Bienal, entre as quais são esperados mais de 06 mil alunos da rede municipal de ensino.