Prefeitura Mun. de Inhapi/AL

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Celso Luiz quebra silêncio, diz que Canapi é vítima de “estelionato administrativo” e acusa atual gestão municipal de fraude no EJA.

Em nota encaminhada a redação do blog Canapi Agora, ex-prefeito diz se dirigir ao “prefeito de fato” haja vista que o que foi eleito não manda em nada, mas sim seu genitor. Sobrou até para o presidente do SINDSCAN: Josimário, você ainda reside em Canapi? – Questionou CL.


Por: Redação
NOTA: Celso Luiz – (ex-prefeito de Canapi-AL)

Na qualidade de homem público me sinto no dever de, mais uma vez, ser obrigado a rebater as mentiras e as críticas infundadas que contra minha pessoa são veiculadas pelos meios sociais. Aliás, ao que tudo indica, o passatempo favorito dos meus adversários políticos, e dos “blogueiros” que vivem à serviços destes, é levantar acusações contra mim e, mesmo já tendo passado dois anos do início da atual gestão, ainda insistem em colocar na gestão passada, os erros, incompetências e desvio de conduta da atual administração municipal de Canapi.

Gostaria de deixar bem claro também que não estou me dirigindo ao Prefeito eleito pelo povo, mas sim ao “Prefeito de fato”, pois todos nós sabemos que o povo escolheu um, mas quem manda e administra Canapi, é outro. Canapi é vítima desse “estelionato administrativo”, posto que aquele que foi eleito para administrar, de fato não administra nada, mas quem verdadeiramente detém o Poder é seu genitor. Portanto, não estou dirigindo estas palavras ao Prefeito Vinícius, mas ao “Prefeito” Zé Hermes.

Em relação ao concurso público que deveria ter acontecido no ano de 2016, é notório que este apenas não aconteceu em virtude de denúncias feitas pelo grupo que, naquela época, formava a oposição de Canapi, grupo este queatualmente se arvora na condição de administradores.Durante nossa administração, chegamos a contratar a empresa que seria responsável pela realização do concurso público, justamente com o intuito de regularizar a situação da Prefeitura Municipal de Canapi. Tudo feito em total conformidade com a lei. Todavia, dentre a grande quantidade de denúncias falsas feitas naquela época, à nossa administração, uma das tais visava justamente impedir a realização do concurso público municipal, e, como recebemos ordem de parar o concurso, então fomos obrigados a não dar continuidade na realização do mesmo.

Essa é a única verdade acerca do concurso público de Canapi, e tudo o mais que passar disso é notícia falsa de inimigos políticos, os quais querem esconder a mediocridade da atual administração, na gestão passada, a qual, repito, já faz dois anos que se passou.

Porém, já que o assunto é “concurso público”, gostaria de questionar ao “Prefeito de fato” Zé Hermes, se ele já esqueceu que também deu início ao um concurso público, quando era o Prefeito eleito, porém não deu continuidade ao mesmo, e o pior, sequer chegou a devolver o dinheiro das inscrições feitas.

“Prefeito de fato” Zé Hermes, cadê o dinheiro daquelas inscrições?

Aliás, já que o assunto é administração pública do Município de Canapi, gostaria de fazer a seguinte indagação ao “Prefeito de fato” Zé Hermes: porque a atual administração pública de Canapi alega ter aproximadamente 1.400 (mil e quatrocentos) alunos no EJA, quando na verdade não tem nem um terço disso?

Gostaria de deixar bem claro que temos acesso as imagens das atuais salas de aula onde, em tese, funcionaria o EJA de Canapi. Acontece que, segundo os dados oficiais da Prefeitura de Canapi, estas salas teriam 30 (trinta) alunos estudando, porém, na verdade, só contam com cinco alunos. Então, cadê o restante dos alunos do EJA?Saliente-se que, ao menos neste momento, não vamos divulgar a imagens para evitar perseguição política àqueles que nos enviaram.

Ora, nem mesmo Delmiro Gouveia tem tantos alunos no EJA, mesmo sendo muito maior do que Canapi!

Além disso, seria bom também o “Prefeito de fato” Zé Hermes explicar qual a razão de não estar recolhendo as contribuições previdenciárias dos servidores contratados, pois apenas a chamada “parte do servidor” está sendo recolhida, mas o “patronal”, ou seja, a quantia que a Prefeitura deveria pagar, não vem sendo paga.

Uma outra coisa também me causa estranheza diante de tudo isso: onde está o Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Canapi, Josimário, que tanto protestava durante a antiga gestão?Onde está a diretoria do Sindicato que, mesmo os servidores estando com os salários em dia, protestavam com tanta veemência.

Josimário, você ainda reside em Canapi?

Durante minha gestão, jamais fiz qualquer perseguição a quem quer que seja, nem usei a coisa pública para o lado pessoal. Isso só demonstra a pequenez de alguém que, por não ter competência para gerir a coisa pública, lança seus erros em gestões passadas.