Prefeitura Mun. de Inhapi/AL

domingo, 10 de fevereiro de 2019

Com 105 anos recém completados, anciã sonha reencontrar filho o qual não vê há 30 anos.

Residente em Canapi, aposentada conta que separação ocorreu após um desentendimento com sua única nora a época em que residia no município de Anadia/AL.

Por: Marcio Martins
Créditos: blog Canapi Agora

Como imaginar que uma pessoa possa romper a barreira dos cem anos de vida? Ou mais impressionante ainda, como atingir esta idade completamente lúcida e independente?

Tais respostas são privilégios que poucos seres humanos são capazes de desfrutar, seres humanos como Dona Josepha Maria da Conceição que no ultimo dia 08 do corrente mês (Fevereiro) completou nada mais, nada menos, que 105 anos de vida. 

Se a idade de Dona Josepha por si só já chama bastante atenção, a lucidez e a forma independente com que a aposentada leva a vida, impressiona ainda mais a quem tem, teve e ainda terá o prazer de conhecê-la.

Nascida no município de Mata Grande no dia 08/02/1914, a aposentada de jeito simples e que trás no rosto as marcas de uma vida sofrida, mora sozinha em uma pequena casa alugada em Canapi a frente da residência da agente de saúde Lucimare Rodrigues que há 05 anos a adotou como parte de sua família e de lá pra cá, vem cuidando permanentemente de sua saúde, assim como fazia eventualmente na condição de servidora pública da área de saúde. 

Inclusive foi de Lucimare Rodrigues, a ideia da realização de uma belíssima festa de aniversário de 105 anos nesta sexta-feira (08). Um momento único na vida desta guerreira que há muito tempo não tem notícias da família e do seu único filho ainda vivo.

Viúva e mãe de três filhos, dois deles já falecidos, Dona Josepha conta que não vê o filho que ainda vive, há mais de 30 anos devido a desentendimentos que teve com sua nora, quando à época residia com a mesma na zona rural do município de Anadia/AL próximo a cidade de Arapiraca. 

Dona Josepha conta que as discussões com a nora eram constantes, até que se tornou insuportável e teve que deixar a residência do filho e vir morar em Canapi, porém o que a idosa não soube explicar foi porque durante todo esse tempo o filho não a procurou, ainda sim, fez um relato emocionante sobre seu maior sonho. "Algumas pessoas me dizem que ele pode ter morrido, mas meu coração diz que ele está vivo. Meu sonho é vê-lo outra vez, dá-lhe um beijo e tirar uma foto abraçada com ele, só assim, partirei feliz" - Disse Dona Josefa com os olhos lagrimejados.
 .
E é diante desta emocionante história de vida e separação entre mãe e filho que pedimos a você que neste momento dedica um pouco do seu tempo para ler esta história, que a compartilhe nas redes sociais ou ligue para o número (82) 981077778 caso tenha alguma informação que possa levar ao paradeiro do filho de Dona Josefa, identificado por José Cícero e que atualmente deve ter seus 50 anos.