sábado, 9 de março de 2019

Conheça a história do Padre Henaldo Chagas homenageado com título de cidadão honorário de Inhapi nesta sexta-feira (09).

Título foi concedido pela Câmara Municipal de Vereadores por indicação da vereadora Naélia Costa “Niquinha”.


Por: Redação

O padre Henaldo Chagas, Nasceu na cidade de Senador Rui Palmeiras, no dia 29 de Agosto de 1967, filho do senhor José Chagas e da Senhora Ana Silva Chagas, família tradicional do Alto sertão Alagoano, o padre Henaldo completava a soma de 10 (dez) irmãos.

Ao fazer 06 (seis) anos de idade, padre Henaldo mudou-se para Santana do Ipanema/AL, onde estudou na Escola Estadual Professor Deraldo Campos até concluir o segundo grau. Depois foi estudar em Maceió os cursos de Filosofia e Teologia, no Seminário Arquidiocesano nossa senhora da Assunção.

Ao término dos estudos acadêmicos que aconteceu em 1994, um ano após, precisamente no dia 27 de janeiro de 1995, ordenou-se sacerdote. No dia 16 de abril do mesmo ano foi designado Pároco na Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário aqui na cidade de Inhapi, onde durante longo 16 anos bravamente exercendo o trabalho pastoral, resgatando famílias ao campo da fé em Cristo, restaurando capelas em várias comunidades, inclusive a igreja do povoado Promissão, também ampliou a sala paróquia e alguns setores da igreja matriz e sempre fazendo um trabalho de corpo a corpo nas casas dos fiéis para restabelecer a fé na Igreja. Já em 1996, o padre Henaldo promoveu uma grande celebração para festejar os 20 de paróquia em nosso municípios, que além dos missionários de nossas comunidades, também participaram vários sacerdotes da Diocese de Palmeira dos Índios.

Homem de muita fé, o Padre Henaldo soube também entender o momento de intensos conflitos sociais que o pais atravessava naquele momento, com isso atuou de forma permanente ajudando na fundação de associações de moradores, fortalecimento dos sindicatos, movimentos dos sem-terra, e movimentos indígenas, entre outros, mostrando que a igreja precisava atuar junto a sociedade como um todo, e assim como D. Elder Câmara, o sacerdote tem que estar sempre trabalhando para a inclusão e injustiças sociais.

Em 16 de fevereiro de 2011, o Padre Henaldo Chagas foi transferido para a cidade de Maravilha, terminando um lindo ciclo de pregação religiosa e trabalho social no nosso município, hoje cumpre sua missão no município de Olho D’Água das Flores para a satisfação dos moradores católicos daquela comunidade.

Hoje a Câmara de vereadores de Inhapi, através do decreto legislativo 001/2019 de autoria da vereadora Naélia Carvalho da Silva, concede ao Padre Henaldo Chagas o Título de cidadão Inhapiense com todos os méritos pelos relevantes serviços de fé e inclusão social realizados em prol da população inhapiense.

Inhapi,/AL 08 de março de 2019