sábado, 30 de março de 2019

VÍDEO: Jornalista escancara falta de compromisso dos políticos do sertão que não compareceram a Audiência Pública na Assembléia Legislativa sobre a falta d’água na região.

Ao fazer uso da Tribuna do parlamento alagoano, o matagrandense Wadson Correia lamentou a ausência da classe política sertaneja e saiu em defesa principalmente da população de Mata Grande e Canapi que sofre com o desabastecimento regular pela CASAL.

Por: Marcio Martins

Nesta sexta-feira (29), a Assembléia Legislativa de Alagoas realizou uma sessão especial para discutir a qualidade e fornecimento de água nos municípios alagoanos. A iniciativa partiu do deputado estadual Cabo Bebeto (PSL), a solicitar esclarecimentos da Casal – Companhia de Abastecimento de Alagoas sobre o assunto.

Mas apesar da relevância do tema e do agravamento do problema principalmente no sertão, onde a exemplo de Canapi e Mata Grande a população chega a ficar de 45 a 60 dias sem o abastecimento pela CASAL, a audiência ficou marcada pela ausência dos políticos dos sertão, repudiada pelo Jornalista matagrandense Wadson Correia que ao fazer uso da Tribuna do parlamento alagoano, lamentou a ausência da classe política sertaneja e saiu em defesa principalmente da população de Mata Grande e Canapi que sofre com o desabastecimento regular pela CASAL.


Já o presidente da CASAL, Clécio Falcão, questionado pelo Jornalista, elencou quanto está sendo investido em obras que já foram concluídas, estão em andamento ou prestes a serem iniciadas em todas as regiões, incluindo Sertão, Bacia Leiteira, Agreste, Serrana, Leste e Metropolitana. Segundo ele, a recuperação econômico-financeira da empresa permitiu que se fizessem investimentos bem maiores do que em anos anteriores. Um deles foi à construção de um novo sistema de abastecimento de água para Inhapi, com captação diretamente no Canal do Sertão, Estação de Tratamento de Água (ETA) individual e mais de 12 quilômetros de adutora, com recursos da ordem de R$ 6,9 milhões.

Também no Sertão, a CASAL, em parceria com o Governo do Estado, investe R$ 9,4 milhões na recuperação das estações elevatórias de água do Sistema Coletivo, o que vai melhorar o abastecimento de várias cidades, principalmente de Água Branca, Mata Grande e Canapi.