PREFEITURA DE INHAPI

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Cerca de 700 índios fecham rodovias em protesto contra PEC que altera demarcação de terras

Foram bloqueados trechos da BR-423 e AL-145, no povoado Maria Bode, em Água Branca; manifestação acontece em todo o país
Cerca de 700 indígenas estão bloqueando trechos das rodovias BR-423 e AL-145, desde às 8h desta terça-feira (27), no povoado Maria Bode, em Água Branca. O protesto que está acontecendo simultaneamente em todo o país é contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC - 215) que altera as regras para demarcação de terras indígenas.
A referida Proposta tramita na Câmara Federal e deverá ser apreciada hoje. Ela retira do Governo Federal e repassa para o Congresso Nacional a autonomia para demarcar terras indígenas, de quilombolas e zonas de conservação ambiental. Atualmente, o Ministério da Justiça edita decretos de demarcação, a partir de estudos feitos pela Fundação Nacional do Índio (Funai).
A manifestação está sendo realizada em várias regiões do Brasil para que a referida PEC seja arquivada. No caso de Água Branca, o protesto reúne os povos Geripankó, Katokinn e Karuazu, com apoio do Movimento Sem Terra (MST). Eles fecharam os trechos rodoviários, com galhos de árvores e pneus em chamas. Ninguém, além de carros oficiais, consegue passar pelos locais e com isso uma fila quilométrica está se formando nos dois sentidos da BR-423.
Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estão na localidade, acompanhando o manifesto.

Mais informações em instantes
FOTOS CENTRAL DO SERTÃO
MATÉRIA MINUTO SERTÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário