PREFEITURA DE INHAPI

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Criança vai se despedir de mãe antes de viagem e a encontra morta com oito facadas

Mulher namorava o suspeito havia três meses; crime aconteceu em Nerópolis (GO)


Uma menina de oito anos encontrou a mãe morta no chão da cozinha de casa, na cidade de Nerópolis, distante 30 km de Goiânia (GO), na tarde de segunda-feira (26). A mulher foi assassinada com cerca de oito facadas pelo namorado. O suspeito está foragido

Suzana Nascimento Fagundes, de 32 anos, estava cursando o último período de direito. Segundo a família, a mulher era alegre e tranquila
Suzana namorava há três Gabriel Teodoro Gomes. Os dois pareciam um casal feliz
O casal trocava declarações de amor o tempo todo por mensagens e estavam de viagem marcada para Maceió (AL)
A mulher até mandava para o namorado fotos de biquínis que gostaria de comprar para levar na viagem, que aconteceria na segunda-feira, mesmo dia em que foi assassinada
O crime aconteceu nesta chácara que funciona como restaurante, por volta das 14h30. A mãe e o irmão de Suzana haviam saído para fazer compras e a mulher ficou sozinha com o suspeito terminando de fazer as malas
A menina, que estava na casa de uma vizinha, queria se despedir da mãe, que iria viajar. Ela foi para casa, mas encontrou as portas trancadas. Deu a volta e abriu a janela da cozinha, dando de cara com o corpo de Suzana
O corpo tinha aproximadamente oito facadas. O suspeito fugiu a pé pela janela da despensa. Os chinelos e a carteira, com todos os documentos do suspeito, ficaram no local, assim como a moto dele, que foi apreendida pela polícia
De acordo com a família, a menina não entendeu o que tinha acontecido e pensou que se tratava de uma brincadeira e saiu gritando pelos vizinhos dizendo que a mãe estava brincando com ela
Como a porta da frente também estava trancada, os vizinhos chamaram a polícia. Na casa, não há sinais de luta corporal e ninguém escutou gritos
A família de Suzana está chocada. Ninguém entende Gomes a matou, já que eles pareciam estar felizes
Segundo a Polícia Civil, a motivação do crime seria uma suposta traição de Suzana. Mas, para os familiares, esta versão não passa de boatos, já que nos últimos dias, eles ficaram o tempo todo juntos e não brigaram
R7.com 28 Outubro de 2015 

Nenhum comentário:

Postar um comentário