domingo, 16 de agosto de 2020

[FRAUDE] Apenas 05 dos 836 servidores que receberam o auxílio emergencial indevidamente em Mata Grande devolveram os valores à união.


Prefeitura deve notificar os servidores para que façam a devolução, caso contrário, poderão responder criminalmente.

Por: Redação
Crédito: Google Imagens

Um levantamento feito pela redação do site Central do Sertão no Portal da Transparência do Governo Federal neste Domingo (16) revelou que dos 836 servidores públicos que receberam o auxílio emergencial de forma indevida segundo relatório do MPC/AL e da CGU/AL apenas 05 devolveram os valores recebidos.

De acordo com o MPC/AL o desfalque aos cofres públicos com os servidores matagrandenses foi de R$: 501.600,00 (Quinhentos e um mil e seiscentos reais), valor este que deve ser devolvido pelos servidores sob pena de responder criminalmente.

Vale ressaltar que MPC/AL e CGU/AL já enviaram aos gestores municipais, as listas com os nomes dos agentes públicos que receberam indevidamente o auxílio emergencial para que eles façam o acompanhamento das devoluções dos valores recebidos aos cofres da União.

Para maiores detalhes, acesse: