23/03/21

[EXCLUSIVO!] Secretária de Saúde de Mata Grande pede exoneração.

 
Foto: Reprodução/Assessoria

Jackcélia Tavares confirmou seu pedido de desligamento ao Jornalista Marcio Martins. Secretária continua no cargo até que o Prefeito Erivaldo Mandu encontre um substituto e assine sua portaria de exoneração.

Por: Marcio Martins/Redação

Sobrecarga de trabalho, problemas de saúde, desgaste emocional e falta de tempo para cuidar dos filhos, essa foi a justificativa que a Secretária de Saúde de Mata Grande Jackcélia Tavares, deu ao Blogueiro/Jornalista Marcio Martins da redação do site Central do Sertão mediante rumores de um provável pedido de exoneração que a mesma teria entregue ao Prefeito Erivaldo Mandu.

Ao tempo em que confirmou seu pedido de desligamento Jackcélia também tratou de desmentir os boatos que sua saída estaria relacionada ao pedido das prestações de contas dos recursos da Covid-19 feito pela Vereadora Laís Brandão. “Tenho plena consciência que nossas contas estão em dias, portanto, não me preocupo com isso, pois sei que as oportunidade que a oposição tem para querer atingir eles vão atingir, mas isso não me incomoda nenhum pouco, pois tenho consciência de tudo o que eu fiz, de todo o trabalho realizado e de todo a honestidade que houve” – Respondeu Jackcélia Tavares.

Apesar da população matagrandense assim como em todo o mundo, estarem vivenciado uma pandemia que só no Brasil já vitimou aproximadamente 300 mil pessoas, inclusive cidadãos matagrandenses, o pedido de exoneração da pessoa que está no comando da saúde do município é sempre um retrocesso no combate a pandemia, contudo, estamos diante de um vírus que além de ser bastante perverso com a saúde do indivíduo, é também bastante danoso ao psicológico não apenas daqueles que são contaminados, como das pessoas próximas, dos afetados pela crise econômica gerada por ele, mas principalmente dos profissionais que estão na linha de sempre de enfrentamento e combate. Deste modo, seria um erro julgar e apontar o dedo com relação à decisão tomada pela Secretária de Saúde Jackcélia Tavares, pelo menos não pelos motivos por ela expostos, ainda mais quando essa mesma secretária é que conseguiu o maior feito em nível de estado no começo da pandemia ao manter o município de Mata Grande livre da Covid-19 por um período de tempo com a adoção de medidas efetivas de prevenção e apostando no tão criticado e polêmico tratamento precoce, ou melhor, tratamento preventivo, afinal de contas, o município foi o último do estado a registrar seu primeiro caso de contaminação pelo vírus.

Todavia, apesar já ter comunicado seu pedido de exoneração ao Prefeito Erivaldo Mandu, Jackcélia Tavares continuará no cargo até que o gestor decida o nome do seu substituto e assine sua portaria de exoneração.