02/03/21

[PÃO & CIRCO] Negacionistas e Hipócritas do fica em casa, os grandes imbecis do século XXI.

  

Que a Covid-19 é um vírus altamente transmissível e letal, isso já ficou mais que comprovado mediante as milhares de mortes e os milhões de infectados diariamente. Também é fato que a maioria das pessoas só reconhecem a gravidade do vírus e consequentemente se preocupam mais com os protocolos de segurança sanitária, quando sentem na pele, seja pelo contágio da doença em sua forma mais agressiva ou de forma ainda mais cruel, quando atinge com gravidade as pessoas próximas que mais amamos. Portanto, se por um lado existem os “negacionistas” que ao negar a gravidade da doença ou até mesmo sua existência, colocam sua própria vida em risco e a dos outros, entre aqueles que reconhecem todos esses riscos, estão os “hipócritas do fica em casa” que ao mesmo tempo em que usam suas redes sociais pedindo para as pessoas ficar em casa, também usam para ostentar viagens, festas, bebedeiras com os amigos, passeios no shopping, na praia, entre outras curtições. Ou seja, “façam o que eu digo, mas não façam o que eu faço”. A hipocrisia dessa gente é ainda maior quando egressos do serviço público, das grandes emissoras de TV e da política sejam investidos de mandato ou em cargos comissionados que com seus gordos salários e privilégios garantidos, trabalhando ou não, fazem campanha para que desempregados fiquem em casa sujeitos a depressão e a fome e que os pequenos e médios comerciantes assistam a falência de um patrimônio que passaram a vida inteira para construir e de onde tiravam sua única fonte de renda. E ainda tem aqueles que sem entrar no mérito da crítica e ou da ofensa, taxam incansavelmente o Presidente da República de genocida, ao tempo em que idolatram governadores e prefeitos que descaradamente roubaram o dinheiro da pandemia que esse mesmo presidente “genocida” fez transbordar os cofres públicos.

Portanto, para não ser rotulado de “negacionista” procure respeitar e seguir as normas de segurança sanitária, e quando não concordar com elas, faça críticas construtivas de modo a aprimorar o enfrentamento ao vírus, aponte, por exemplo, os malefícios do lockdown para economia do país que entre tantos “efeitos colaterais” pode matar ainda mais que o vírus, mas não fique o tempo todo monitorando a vida dos outros querendo embutir na cabeça das pessoas a sua insanidade de negar existência do vírus, pois assim você estará contribuindo com cada uma das mortes desta pandemia. E para não se tornar um “hipócrita do fica em casa”, seja você o que diz que os outros devem ser e faça o que diz que os outros devem fazer. Não fique por ai batendo perna sem necessidade ao mesmo tempo em que critica e ofende quem faz o mesmo, seja exemplo! E procure não julgar as pessoas que não respeitam o lockdown, afinal de contas, só quem sabe onde o “calo do sapato aperta” é quem sente na pele a dor de ver sua família e seus filhos passando necessidade sem poder sair de casa para trabalhar ou mesmo viver a vida enfrentando as dificuldades, desafios e riscos que ela nos impõe.

Sejamos mais humanos, porque de imbecis o mundo já está cheio...


 LEIA TAMBÉM!

Onde vão parar os milhões gastos nas campanhas políticas que não aparecem nas prestações de contas da Justiça Eleitoral?

LIRA: Se apequenou, se acovardou, mas se blindou

Entre ratos, laranjas e privilégios, extrema pobreza avança em Canapi

Os intocáveis de toga e o pior de todos os crimes do século XXI... “trabalhar”


ATENÇÃO! O conteúdo desta coluna é de total responsabilidade da redação.