03/06/22

[NOTA DE ESCLARECIMENTO] Vereadores de oposição de Itaíba\PE explicam porque pediram vista do Projeto de Criação da Casa do Idoso.


Para os parlamentares Jessé Tenório, Dinha de Jurandir e Didias Martins, falta transparência no projeto e sua colocação para votação em plenário não passou pelas comissões violando o Regimento Interno da Câmara.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Na verdade nós vereadores da oposição, Jessé Tenório, Didias Martins e Dinha de Jurandir não votamos contra, pedimos vista para que fosse analisado pela comissão, pois esse projeto deixou a desejar, não ficando bem claro, apenas citando a criação da casa do idoso. Nesse projeto se faz importante informar quantos idosos iriam ser beneficiados, a localização, os trabalhos que serão desenvolvidos, de qual modo esse dinheiro vai ser aplicado, se o pagamento da folha dos funcionários estarão inclusos nessa linha de crédito, e quais os tipos de assistencialismo que serão oferecidos como: Médicos, psicólogos, fisioterapeutas, remédios gratuitos e outros. Sendo assim, deixamos bem claro que quando pedimos vista, o projeto tinha que ser retirado para que fosse debatido com a comissão e depois voltaríamos com o “SIM” ou o “NÃO”. Da forma que o projeto foi apresentado na câmara, o Sr. Presidente descumpriu as regras do regimento da casa, uma vez que o projeto chegou um dia antes da votação e não foi passado nenhuma informação para alguns vereadores. Por isso deixamos bem claro à população que esse dinheiro não era “DADO” como citou alguns vereadores da oposição. Isso chama-se uma linha de crédito, onde o mesmo tem que ser pago e nem se quer passaram como iria ser essa forma de pagamento. Sendo assim, mais uma dívida para o município. Quando é uma verba federal nenhum de nós vereadores rejeitamos já que sabemos que a mesma pertence a população. Por isso pedimos ao Sr. presidente da casa Everaldo Alves Pequeno que quando chegar um projeto o mesmo siga os trâmites como se pede no regimento interno da câmara.