02/06/22

[VÍDEO] Vereador diz que não quer voto de professor, que votará contra todos os projetos em favor da categoria e que terá de 1.500 a 2.000 votos na próxima eleição.

Conheça Leonardo de Gilberto, vereador do município de Buíque\PE que não possui bens declarados e que foi eleito com apenas R$: 03 mil reais gastos com santinho e adesivos conforme sua prestação de contas junto a Justiça Eleitoral. 

Por: Redação 

Uma declaração no mínimo desrespeitosa proferida contra os professores no Plenário da Câmara Municipal de Vereadores de Buíque\PE nesta quarta-feira (01) gerou revolta entre os professores do município e de todo Estado de Pernambuco. Leonardo Cesar Arcoverde de Souza (MDB), conhecido por Leonardo de Gilberto, disse não querer voto de professor e que votará contra todos os projetos que chegarem à Câmara a favor da categoria. 

“O vereador que foi defensor dos (professor) ele só ia ter 30 votos, ai eu não quero voto de professor não! Nem mãe que é professora vota em mim. Eu não quero o voto  da senhora não, e vou mostrar que terei de 1.500 a 2.000 votos na outra. Professor é bixo ruim de dá voto, onde o professor vota, o caba perde. Votei contra e deixo aqui meu aval presidente, do que chegar aqui a favor do professor eu sou contra” – Diz um trecho da fala do parlamentar. 

Confira na íntegra o vídeo com o inteiro teor do pronunciamento do vereador Leonardo de Gilberto (MDB): 


Apesar da autoestima política bastante elevada, Leonardo de Gilberto foi apenas o 11º vereador mais votado de Buíque com menos da metade dos votos que afirmou que terá em em sua próxima eleição (de 1500 a 2000), sem a necessidade dos votos dos professores como ele próprio disse em seu discurso no plenário da Câmara. Todavia, os 767 votos pelo MDB registrado nas eleições municipais de 2020 representam 337 votos a menos que em 2016 quando o parlamentar foi eleito o 3º vereador mais votado do município. Ou seja, o “inimigo” declarado dos professores caiu significativamente em números de votos, agora imagine após uma declaração dessas que ficará registrada para sempre na memória da população buiquense e com certeza será usada na campanha contra o vereador. 



Após a divulgação do vídeo que circula nas redes sociais, as declarações causaram indignação entre os educadores pernambucanos: “Pior do que ele é o professor ou familiar do professor que ainda tem coragem de votar num (se*@$&#) desse” – Publicou uma educadora em um grupo de professores de Buíque e Região. 

Leonardo Cesar de Arcoverde tem 40 anos e de acordo com dados do TSE – Tribunal Superior Eleitoral tem apenas o Ensino Fundamental Completo, foi reeleito com apenas R$: 3.000,00 (Três mil reais) gastos com santinho e adesivos e não declarou nenhum bem a Justiça Eleitoral em 2020, nem mesmo o Fiat Uno 2013 avaliado á época em R$: 25.000,00 (Vinte e cinco mil reais) que declarou em 2016.