PREFEITURA DE INHAPI

domingo, 13 de abril de 2014

“A morte esqueceu de mim”, diz indiano de 179 anos

“Meus bisnetos já morreram há anos. De algum modo, a morte esqueceu de mim.”

Jornal VDDPor Jornal VDD
O sapateiro indiano Mahashta Mûrasi alega ter nascido em Janeiro de 1835, o que faz dele não só o ser humano mais velho do mundo, mas também o homem que mais anos viveu em toda história humana, de acordo com o Guinness World Records.
Autoridades indianas dizem que o homem nasceu numa casa em Bangalore no dia 6 de Janeiro de 1835. A partir de 1903 passou a viver em Varanasi onde trabalhou até 1957, até que se aposentou aos 122 anos.
“Estou vivo há tanto tempo que os meus bisnetos já morreram há anos”, explicou Mûrasi. “De algum modo, a Morte esqueceu de mim. E agora já não tenho esperança. Ao olhar para as estatísticas, ninguém morre com mais de 150 anos, muito menos com mais de 170. Neste ponto acho que sou imortal ou algo assim”, considerou.

Segundo o WorldNewsDailyReport.com, todos os documentos de identificação do homem confirmam a sua versão, mas até ao momento, nenhum exame médico confirmou a veracidade da sua alegação. O último profissional de saúde que Mûrasi visitou morreu em 1971, de modo que são escassas as informações sobre o seu histórico médico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário