Faça-nos uma visita!

domingo, 27 de abril de 2014

Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional distribui leite para quase 500 famílias carentes em Canapi



Projeto "Viva Vida" atende pascientes que precisam de alimentação especial

Por Assessoria
A secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional, que tem como responsável pela pasta Joelisa Tenório - desenvolve um relevante trabalho no município de Canapi por garantir alimentos para gestantes e leite para 500 famílias canapienses. Existe ainda o projeto "Viva Vida", que é uma parceria com a secretaria de saúde municipal, onde alguns pacientes com problemas graves de saúde são assistidos pelo programa que visa oferecer uma alimentação adequada e essencial para a recuperação dos enfermos.

"Estou muito feliz e realizada com a pasta que me foi dada. Agradeço ao prefeito Celso Luiz pela confiança. Afirmo que estarei sempre à disposição para tudo que se relacionar ao bem estar social de todos. Nessa minha caminhada sempre buscarei fazer tudo de acordo com o que foi me confiado e dando direito a realmente quem dele necessitar" disse a secretária.

De acordo com a Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional, a segurança alimentar e nutricional consiste na realização do direito de todos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, sem comprometer o acesso a outras necessidades essenciais, tendo como base práticas alimentares promotoras da saúde que respeitem a diversidade.

Os trabalhos desenvolvidos pela equipe da atual secretaria tiveram início no município logo nos primeiros meses da gestão de Celso Luiz. De acordo com a secretária "encontramos a secretaria em péssimo estado, dificultando nossa atuação de imediato. Então iniciamos fazendo levantamentos e organizando o espaço físico, a documentação e os arquivos, de acordo com que íamos encontrando", explica Joelisa.

Ainda de acordo com a responsável pela pasta atualmente é de responsabilidade da secretaria de Nutrição e Segurança Alimentar, o programa do leite, onde 500 famílias recebem um litro de leite diário. A entrega é feita sempre nas quartas-feiras e também aos sábados.

Contudo, a secretária explicou que a cada 6 meses é necessário que seja feito um recadastramento do beneficiários com o objetivo de detectar se existe algum beneficiários que não mora mais no município. Caso isso seja detectado, o mesmo é substituído de imediato, pois existe ainda um grande número de pessoas que aguardam oportunidade de participar do projeto. 

A entrega do leite é feita na zona urbana e rural (povoado Santa Cruz). E segundo Joelisa Tenório, uma das metas que a secretaria pretende atingir é conseguir que todo o município seja beneficiado com esse programa.

"Mensalmente enviamos para a coordenação regional planilhas com os dados cadastrais de todos os beneficiados ativos ou inativos. No início de 2014 recebemos a visita do coordenador regional, e foi muito gratificante escutar do mesmo elogios pelo belo trabalho  que foi desenvolvido em 2013. O mesmo fezquestão de destacar que nosso município é o primeiro em enviar os dados solicitados. Isso é fruto do nosso desempenho em executar nosso trabalho com profissionalismo e dignidade", afirma Joselisa.
Projeto Viva Vida
Existe também o projeto "Viva Vida" que tem como objetivo reduzir a mortalidade infantil, onde as beneficiárias são gestantes que estejam de baixo peso ou vulnerabilidade social. Esse projeto é do governo estadual em parceria com governo municipal. De acordo com a secretária, o prefeito assumiu o compromisso de dar todo apoio para a execução do mesmo no município. 

Joelisa informou também que, mensalmente, 83 gestantes são beneficiadas com uma cesta nutricional. O Primeiro passo para que elas sejam incluídas do projeto é fazer a consulta com a enfermeira no posto de saúde e, em seguida, as mesmas são encaminhas para a secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional para uma avaliação social.

Em seguida, se as mesmas tiverem o perfil que o projeto exige, são incluídas no projeto. Para que continuem recebendo a cesta nutricional mensalmente precisam estar fazendo pré-natal regularmente, e participando das reuniões realizadas pela equipe da secretaria, onde recebem informações importantes para o período gestacional, e após o nascimento de seus filhos. "Nosso objetivo é aumentar esse número de gestantes, pois a demanda no nosso município é grande", disse Joeliza.

No ano de 2013, participaram do projeto 267 gestantes, sendo observado que havia no grupo um grande número de adolescente grávidas e solteiras. Outro ponto observado foi também um grande número de mulheres desempregadas, e que engravidam anualmente sem fazer um planejamento familiar.

 Além do programa do leite e projeto "Viva Vida", a secretaria tem dado suporte as famílias encaminhadas pelos agentes e enfermeiros da saúde, em casos que foram identificadas problemas graves de saúde e que precisam de uma boa alimentação para que o tratamento tenha evolução. 

"Em 2014 a nossa meta é aumentar trabalhos dessa natureza. Agradeço a minha equipe pelo belo trabalho que vem desenvolvendo em todas as ações que tenho planejado e executado. Pois, sozinha não poderia ter executado nada disso ", finaliza a secretária. 

Um comentário:

  1. Bom é fazer isso durante os quatros anos, não a aproximadamente 4 meses da eleição. Assistencialismo barato.

    ResponderExcluir