segunda-feira, 14 de abril de 2014

Assaltantes sofrem grave acidente com carro durante perseguição policial na BR-423

Criminosos tinham cometido dois assaltos em Paulo Afonso-BA e estavam fugindo para Alagoas.

Por Ítallo Timóteo e Jota Silva
Duas pessoas foram presas na madrugada desta segunda-feira (14), depois de sofrerem um grave acidente com carro, durante uma perseguição policial, na rodovia BR-423, próximo ao povoado Maria Bode, município de Água Branca. Janderson Siqueira da Silva, 23, e José Antônio da Silva, 30, são acusados de participar de um assalto no Complexo Tancredo Neves, em Paulo Afonso-BA.
De acordo com a polícia, os acusados haviam tomado em assalto uma moto CG-150, de cor vermelha, no bairro Barroca, naquela cidade baiana, e durante a fuga, já na Rua Lourenço, no Bairro Tancredo Neves II, a dupla ainda roubou um carro Gol, de cor cinza e placa KKO-3569/BA. Os criminosos teriam fugido em direção ao município de Delmiro Gouveia.
Uma guarnição da 2ª Companhia do 20º Batalhão de Polícia Militar foi informada sobre o ocorrido e iniciou uma perseguição aos assaltantes que na altura do KM 66 da BR-423 começaram a atirar contra a viatura policial que os perseguia e os policiais revidaram a ação com tiros.
Durante o tiroteio em plena rodovia federal, o criminoso que dirigia o carro em fuga acabou perdendo o controle da direção e colidiu com a traseira de uma carreta que trafegava no sentido contrário da pista. A batida fez com que o veículo que estava sendo roubado saísse da pista e fosse parar dentro do matagal, às margens da rodovia. Assustado, o caminhoneiro se evadiu da localidade.
Os policiais que perseguiam a dupla cercaram o veículo acidentado e encontraram apenas um dos bandidos, o ex-presidiário José Antônio, que estava gravemente ferido e desacordado. Com ele foi apreendido um revólver calibre 38, de numeração 386334, com duas munições deflagradas e três intactas. O criminoso foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar de Delmiro Gouveia, sendo levado para o Hospital Regional Clodolfo Rodrigues de Melo, em Santana do Ipanema. Seu estado de saúde é considerado grave e oferece risco de morte.
Enquanto era realizado o socorro médico, motoristas que trafegavam pela rodovia informaram aos militares que um homem em atitude suspeita estava sem camisa e pedindo carona, próximo daquela localidade. Uma guarnição do Pelotão de Operações Especiais do 9º Batalhão (Pelopes) foi averiguar a denúncia e constatou que o mesmo se tratava de Janderson Siqueira, o segundo bandido que estava no carro.
O criminoso foi preso e durante a prisão alegou para os policiais que era o proprietário do automóvel que estava sendo roubado e que na verdade tinha sido feito refém pelo bandido que foi socorrido pelos bombeiros. A alegação de Janderson não convenceu e o mesmo foi conduzido para a Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP), de onde foi levado para uma cadeia na Bahia, já que havia cometido o crime naquele Estado.
A reportagem do Minuto Sertão apurou que José Antônio é natural de Aracaju - SE e tem várias passagens pela polícia baiana, inclusive já esteve cumprindo pena em uma penitenciária nesse Estado. O criminoso tem duas tatuagens com desenhos de armas de fogo e a frase “nascemos para viver, matemos para não morrer”. Já o comparsa dele, o jovem Janderson Siqueira, é natural de Inhapi.
O carro que estava sendo utilizado pelos criminosos ficou totalmente destruído e foi rebocado para o pátio da Polícia Rodoviária Federal de Paulo Afonso.  O veículo pertence a Alan Anderson Gomes Bezerra, que o conduzia no momento em que foi atacado pelos assaltantes.
FONTE: MINUTO SERTÃO








Nenhum comentário:

Postar um comentário