quinta-feira, 3 de abril de 2014

Presidente Dilma, Collor e Renan lideram pesquisa do Ibope em Alagoas

Mais de 30% dos alagoanos consideram gestão de Vilela ruim e péssimo
A pesquisa Ibope Inteligência divulgada nesta quarta-feira (2), mostra que, se a eleição fosse hoje, a presidente Dilma Rousseff (PT) teria vitória sobre os candidatos Eduardo Campo (PSB) e Aécio Neves (PSDB). Para o Senado Federal, a pesquisa apontou o senador Fernando Collor de Mello (PTB) na frente, com 38% das intenções de votos na disputa pela reeleição. Na disputa pelo governo de Alagoas, o senador Renan Calheiros (PMDB) figura na frente, com 41%.

De acordo com a pesquisa, se a eleição fosse hoje, a presidente Dilma teria 60% das intenções de votos; o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), 9%; e o senador Aécio Neves (PSDB), 5%. Votos Brancos, nulos e não souberam somam 21%. 

Na disputa pelo Senado, o ex-presidente da República e senador Fernando Collor de Mello aparece na frente, com 38% das intenções de votos. A ex-senadora e vereadora por Maceió Heloísa Helena (PSOL) conta 32%; o ex-prefeito de Arapiraca Luciano Barbosa (PMDB), 9%; o vice-governador José Thomaz Nono (DEM), 6%. Branco nulos e não souberam responder somam 16%. 

Luciano Barbosa compõe a mesma frente partidária em que se encontra inserido o senador Fernando Collor. Sendo retirado o nome de Barbosa da pesquisa, certamente abre ainda mais a vantagem para Collor, que, na principal cidade do Agreste – Arapiraca - conta, sobretudo, com o apoio da prefeita Célia Rocha (PTB).

No primeiro cenário apresentado aos eleitores, o presidente do Senado, Renan Calheiros, aparece com 41% das intenções de votos, seguido pelo senador Benedito de Lira (PP) com 21%; o deputado federal Alexandre Toledo (PSB), com 4%; e Mario Agra (PSOL), com 3%. O número de votos brancos, nulos e que não souberam somam 30%. 

Já no cenário com o nome do deputado Renan Filho (PMDB) para disputa ao governo de Alagoas, o peemedebista também aparece na frente. De acordo com o levantamento, neste cenário, Renan Filho conta com 29%; Benedito de Lira, 26%; Alexandre Toledo, 5%; e Mario Agra, 4%. O número de votos brancos, nulos e indecisos sobe para 35%.

Ao apresentar o nome de Renan Filho, o Ibope verificou uma disputa mais acirrada, com ligeira vantagem para o jovem parlamentar, que aparece com 29%. Benedito recuou em um ponto e aparece com 26%. Na oscilação da margem de erro de 3 pontos percentuais, pode-se configurar um empate técnico.

Mesmo liderando as pesquisas, Renan Calheiros também está na frente com o maior índice de rejeição. De acordo com o Ibope, 28% dos entrevistados não votariam "de jeito nenhum" no senador. Esse mesmo índice é partilhado por Mario Agra. Próximo dos dois aparece Benito de Lira, com uma rejeição de 27%, seguido por Marcos Fireman, com 23%. O deputado Renan Filho tem um índice de rejeição de 17%. 

Avaliação do governo estadual 

A gestão do governador Teotonio Vilela (PSDB) também foi avaliada. Vilela conta com apenas 30% de ótimo e bom. Outros 33% acham a gestão do tucano regular e 31% ruim e péssimo. Especialistas atribuem os números negativos da gestão ao sofrível desempenho administrativo do governo tucano, sobretudo nas áreas da Segurança, da Saúde e da Educação, a principal causa para essa reação da sociedade, manifestada em pesquisa. 

A pesquisa, que foi solicitada pelo PMDB, tem número de protocolo AL-00001/2014 junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). E foi realizada entre os dias 22 e 27 de março, nas cidades de Maceió, Arapiraca e outros 34 municípios. Neste período, 812 pessoas foram entrevistadas. 

Do Gazetaweb com Estadão/SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário