sexta-feira, 9 de maio de 2014

Bebida alcoólica atrapalha o emagrecimento?



A bebida alcoólica normalmente é reduzida ou abolida para obtermos resultados satisfatórios em relação ao processo de emagrecimento. Mas será que realmente o álcool engorda?

Esse assunto muitas vezes causa controvérsias, visto que alguns estudos afirmam que existe sim uma ligação entre o álcool e o ganho de peso, e outros dizem que não, são esses os estudos que foram realizados na França, onde demonstrou que mulheres francesas são geralmente magras, apesar de ingerir com frequência uma grande quantidade de vinho tinto. Por esse motivo, vamos explicar a seguir, até onde a bebida alcoólica interfere negativamente no emagrecimento?

Bebidas alcoólicas são ricas em calorias
Saiba que 1 grama de álcool contém 7 calorias, o que significa que seu valor calórico é superior ás 4 calorias encontradas em 1 grama de carboidrato ou 1 grama de proteína. Só é um pouco inferior as 9 calorias contidas em 1 grama de gordura. Mas considerando o número de gramas de álcool que possui uma lata de cerveja, uma taça de vinho ou uma dose de Vodka, você perceberá que ao consumir álcool, estará adicionando milhares de calorias à sua alimentação. Essas calorias serão convertidas em gordura, o que ocasionará dificuldade na perda de peso.

Bebida alcoólica abre o apetite
Você já deve ter percebido que normalmente as pessoas quando bebem sentem vontade de “petiscar” algo. É comum associarem a bebida com salgadinhos, amendoim e outros alimentos altamente calóricos. O álcool cria um desejo por comida, e isso faz com que as pessoas consumam comidas extras. Com isso, são adicionadas mais comidas à sua alimentação e esse excedente calórico resultará no aumento do peso facilmente.

Álcool dificulta a queima de gordura
Quando queremos emagrecer, a primeira coisa que queremos perder é gordura, certo? Porém o excesso de álcool, dificulta o metabolismo em relação à queima de gordura. A forma como o organismo metaboliza o álcool é diferente dos outros  alimentos, que logo após a sua ingestão é dividido em acetato e gordura.

A gordura fica armazenada e o acetato é utilizado como sua fonte primaria de energia, pois o corpo reconhece o álcool como uma toxina e o seu mecanismo de defesa age contra esta substância, indo diretamente à ele, para livrar o corpo deste “veneno”. Ao tentar queimar as calorias do álcool, as gorduras, proteínas e carboidratos ficam em segundo plano, atrasando o processo de queima de gordura e consequente o de emagrecimento.

Beba com moderação
Embora as bebidas alcoólicas em geral acrescentem calorias no cardápio, certas bebidas quando consumidas com moderação podem trazer benefícios a saúde. É o caso do vinho tinto por exemplo, que contém 65 calorias em uma taça e é rico em antioxidantes, que ajudam a reduzir riscos de problemas cardíacos, além de estar relacionado ao aumento do colesterol bom (HDL) e diminuição do colesterol ruim (LDL).

Também é interessante ingerir o álcool sozinho, pois desta forma o corpo queimará mais rápido suas calorias. Caso você coma junto com o álcool estará proporcionando que a gordura fique armazenada, pois como o corpo queima as calorias do álcool primeiro, as calorias consumidas com o álcool, tais como, proteínas, carboidratos, açucares, serão armazenadas.

Desta forma, observamos que a bebida alcoólica pode sim comprometer o emagrecimento. Mas também não precisamos aderir a comportamentos radicais. Através deste texto pudemos notar que uma taça de vinho tinto se bebida moderadamente, e de preferência sem estar acompanhada de “petiscos” traz benefícios a saúde e não compromete seu objetivo.
O segredo é beber com moderação e bom senso!

Por central do Sertão

Nenhum comentário:

Postar um comentário