domingo, 21 de junho de 2015

Visão Mundial apresenta suas atividades e ações com crianças e adolescentes em Alagoas durante encontro estadual que discutiu a erradicação do Trabalho Infantil.

Encontro contou com a presença de representantes dos Ministérios da Saúde e do Desenvolvimento Social.

Por: Redação com Ascom/Seades-AL

Discutir ações estratégicas para combater o Trabalho Infantil, esse foi o tema do evento promovido pela Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) com o apoio do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador (FETIPAT), ocorrido nesta sexta-feira (19) em Maceió.

Esse foi o Primeiro Encontro Estadual Intersetorial das Ações Estratégicas do PETI- Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, cujo o objetivo principal foi debater as ações que serão desenvolvidas no estado para enfrentamento desta problemática. E um desses mecanismos é o fortalecimento da atuação do SUAS - Sistema Único de Assistência Social, e sua articulação intersetorial, com parcerias que desenvolvem política com foco na criança e o adolescente.

O encontro contou com a presença da representante do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Luciana de Fátima Vital, que falou sobre o Planejamento das Ações Estratégicas no Redesenho do PETI e da representante do Ministério da Saúde, Carmen Lúcia Miranda Silveira, que palestrou sobre as Ações Estratégicas do PETI no Âmbito da Saúde.

Também se fizeram presentes, a Secretaria de Estado da Educação; da Saúde; da Mulher e dos Direitos Humanos; o Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação o Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador de Alagoas; Tribunal Regional do Trabalho (TRT); Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, FETAG e entidades envolvidas com a temática. Além da ONG Visão Mundial, que apresentou suas atividades e ações com crianças e adolescentes em Alagoas, juntamente com assecretarias municipais de assistência social de Maceió e Pão de Açúcar que apresentaram experiências de ações intersetoriais que vem transformando a dura realidade da exploração do Trabalho Infantil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário