sábado, 16 de janeiro de 2021

[TRIÂNGULO DAS BERMUDAS] Prefeitos de Canapi, Inhapi e Mata Grande gerenciaram mais de R$: 610 milhões reais no mandato anterior.

 

Mata Grande R$: 234 milhões, Canapi R$: 200 milhões e Inhapi R$: 175 milhões. Confira as planilhas orçamentárias com suas respectivas fontes de repasses nos últimos 04 anos.

Por: Redação / Crédito: Reprodução/Google Imagens

Mais de R$: 610 milhões de reais, é isso mesmo que você leu! Esse foi o montante de recursos públicos gerenciados nós últimos 04 anos (2017/2020) pelos prefeitos de Canapi Vinícius Lima (DEM) atualmente filiado ao (PP), de Inhapi Zé Cícero (PT) e Erivaldo Mandou (PTB) de Mata Grande, municípios localizados no alto sertão de Alagoas, na conhecida região batizada pela Polícia Federal de "Triângulo das Bermudas" famoso por seguidos escândalos de corrupção.

Nas planilhas orçamentárias abaixo discriminadas elaboradas pelo consultor político Ari Barbosa com base nas fontes oficiais de transparência pública do Governo Federal, Estados e Municípios, o município de Mata Grande foi o que mais recebeu R$: 234 milhões de reais, seguido de Canapi com R$: 200 milhões e Inhapi com R$: 175 milhões. Confira!

(Clique nas imagens para ampliar)

CANAPI - R$: 200.838.500,22

INHAPI - R$: 175.130.276,59

MATA GRANDE - R$: 234.775.777,09

Vale lembrar que no caso de Mata Grande, além dos R$: 234 milhões de reais, o município ainda recebeu outros R$: 40 milhões de reais de precatórios da educação, dos quais 60% deste recurso aguarda decisão definitiva da justiça para ser utilizado seja para com o rateio para os professores ou investimentos na educação municipal.