25/12/21

[ALMA DE CANAPI] Com qual cor eu vou?


Essa é uma pergunta bastante comum entre as pessoas que planejam comemorar a virada de ano em algum lugar, qualquer que seja o lugar... A cor da roupa parece-me ser a preocupação maior. Talvez as três cores favoritas sejam o branco, o vermelho e o amarelo; simbolizando respectivamente a paz, a paixão e a riqueza. Se analisarmos simplesmente essas preferencias, poderíamos até concluir que o que está faltando para a maioria das pessoas é: paz, companhia (paixão, amor, segurança, prazer) e riqueza. Mas é exatamente isso que mais nos faltam. Vivemos uma vida cheia de atropelos, conectados em aparelhos eletrônicos e sem tempo para organização das prioridades e de suas buscas... Assim, buscamos em uma roupagem superficial, e visível aos nossos olhos, como fez Tomé, em um período curtíssimo de tempo, a solução de problemas crônicos. Estamos tão mecanizados nessa tradição, que não percebemos as suas repetições anuais; falando-se em práticas de vestimentas específicas... Mas, o mais grave, é que não apresentam resultados evidentes; nem poderia, sem que a isso se some atitude! Lembremos: atitude!

Para a paz, vistam-se de calma, brandura, tranquilidade, equilíbrio, tolerância, compreensão, misericórdia, perdão e mansidão;

Para a atração de um grande amor, vistam-se de sinceridade, de ternura, de amizade, de carinho, cumplicidade, parceria, mutualidade, paciência e de auto cuidado;

Para conquista de riqueza, vistam-se de sonhos, de objetivos, de planejamentos, de atitudes, de estudos, de trabalho, de honestidade, de persistência e de muita, muita fé!

Assim, os seus dias serão novos e cada virada de ano será realmente diferente!

José Alberes Silva

Um dia cheio de Luz e Paz!

José Alberes Silva 

Nascido em Canapi/AL, 1960, filho de Benicio Silva e de Agripina Santos Silva, o quarto de dez irmãos que aos 13 anos foi diagnosticado com Distrofia Muscular Tipo Cinturas, doença degenerativa, progressiva e incapacitante que não o impediu de se formar em medicina pela Escola de Ciências Médicas de Alagoas. Já na condição de médico atuou por trinta anos na cidade satélite de Sobradinho/DF, na Atenção Básica de Saúde, principalmente nas Doenças Crônicas não Infecciosas. Atualmente aposentado, porém atuando como Escritor nas Redes Sociais é também autor de vários livros na área médicas, poemas e poesias, mas acima de tudo isso, um exemplo de vida e de ser humano.

LEIA TAMBÉM!

Deus é amor!

Semblante e atitude: reflexos da Alma!

Foco & Persistência...

A mudança deve partir de nós mesmos...

Prisioneiros...

O pensamento e seus frutos

"Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" (João 8:32)

Cada um em seu lugar, na ocasião e no tempo certo!

Quarenta e um dias de luta...