PREFEITURA DE INHAPI

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Aluna do Ifal Palmeira dos Índios representará o Brasil nos Estados Unidos


Determinada e com espírito de liderança, a aluna do Ifal se esforçou para aprender inglês e sempre se envolveu em ações voluntárias, realizando palestras sobre promoção da saúde, drogas e sexualidade direcionadas para os jovens de Lagoa da Canoa, município vizinho à cidade em que reside.

Foram duas tentativas sem obter o resultado desejado, mas quando se trata de sonho a meta é persistir até se tornar realidade. Foi assim com Laura Emília Araújo, aluna do 4º ano do curso de Eletrotécnica do Ifal Palmeira dos Índios,  que conseguiu ser uma dos 37 jovens embaixadores selecionados para representar o Brasil nos Estados Unidos (EUA). A divulgação foi feita na última quarta-feira (30) pela Embaixadora dos Estados Unidos da América no Brasil, Liliana Ayalde.

“Estou realizando um sonho, é algo que sempre quis e batalhei bastante para conseguir”, diz ela com euforia. A conquista também é da família: “Minha mãe me apoiou muito e viu o quanto eu sofri nas vezes em que não fui escolhida. Ela está muito orgulhosa”.

O Programa Jovens Embaixadores seleciona, anualmente, estudantes brasileiros da rede pública de ensino que apresentam bom desempenho escolar, envolvimento com trabalho voluntário, além de fluência na língua inglesa, para um intercâmbio de três semanas, durante o mês de janeiro, nos Estados Unidos. Durante a primeira semana, eles ficam em Washington – participando de reuniões, cursos, conhecendo a Casa Branca (sede oficial do poder executivo) e demais locais importantes – e as outras duas passam com uma família americana.

Laura, que mora em Arapiraca, conheceu o programa no próprio Ifal, durante as aulas de inglês do professor José Assis. “Ele orientou sobre os procedimentos, além de nos incentivar bastante”, lembra. A professora de português Vanúzia Amorim também contribuiu para a conquista elaborando as cartas de recomendação, uma das exigências do processo. “Sempre tive apoio dos professores da instituição e é preciso fazer esse reconhecimento”.

Determinada e com espírito de liderança, a aluna do Ifal se esforçou para aprender inglês e sempre se envolveu em ações voluntárias, realizando palestras sobre promoção da saúde, drogas e sexualidade direcionadas para os jovens de Lagoa da Canoa, município vizinho à cidade em que reside.

E as expectativas de ir para os Estados Unidos? “São as melhores!”, diz. “Quero aprimorar o meu inglês, conhecer, aprender, além de representar muito bem a minha cultura. Vou me esforçar para ser, realmente, uma embaixadora de Alagoas e do Brasil; vou levar livros de Graciliano Ramos e músicas de artistas locais para que eles conheçam o meu lugar”, disse ela entusiasmada.

Laura já tem planos para quando retornar da viagem: “Quero promover a importância dos programas de intercâmbio e incentivar os meus colegas do Ifal a vivenciarem uma experiência como essa”, conclui.

Por Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário