PREFEITURA DE INHAPI

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Mulher é achada morta em freezer

Dona de casa, que estava agachada dentro do refrigerador, foi achada pela sogra

Foto: SEVERINO CARVALHO
Porto Calvo – Agachada, punhos cerrados, a boca entreaberta, cabeça levemente inclinada à direita a tocar com a têmpora a superfície gélida do freezer. O corpo sem vida, que jazia no fundo do congelador, era de Edivânia Maria da Silva, 32 anos, encontrado ontem de madrugada pela sogra, Maria Ferreira da Silva, 67 anos, no bar anexo à casa onde moravam, no Conjunto Jorge Alves Cordeiro, bairro Mangazala, em Porto Calvo.

Apesar de apresentar hematomas no braço esquerdo, familiares e a própria Polícia Civil acreditam que Edivânia cometera suicídio, entrando no freezer em funcionamento sem que o filho de 17 anos e a sogra, que dormiam sob o mesmo teto, percebessem. “Saí procurando em todo lugar, só faltava o freezer. Quando eu abri, ela estava lá, acocorada. Eu gritei: ‘valha-me Jesus Cristo!’”, recordou Maria Ferreira, em entrevista à Gazeta de Alagoas.

Parentes relataram que a dona de casa estava profundamente deprimida por causa do fim do casamento com o mototaxista José Maurício da Silva, 42 anos, com quem convivera por 16 anos e tivera três filhos. O companheiro deixou o lar depois de uma discussão com a mulher, ocorrida na quinta-feira, 31 de outubro.

“Do jeito que ela morreu ali, a gente não pode dizer nada. Nós não podemos acusar ninguém porque não temos provas. O marido tinha saído de casa, tinha deixado ela fazia seis dias. Acho que ela estava sofrendo de alguma depressão (sic)”, concluiu a mãe da vítima, Genilda Maria da Silva.

Gazeta

Foto: SEVERINO CARVALHO
Por: SEVERINO CARVALHO – REPÓRTER


Nenhum comentário:

Postar um comentário