PREFEITURA DE INHAPI

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Filho de prefeito esbanja dinheiro em uma das cidades mais pobres de Alagoas.

Foto que circula, e revolta populares do Sertão, mostra jovem com dinheiro na cintura e nas mãos.

O município de Olivença, sertão alagoano entrou na lista dos 50 piores municípios em Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil, além de sofrer com a seca de região, falta de água entre outros problemas que enfrentam as cidades mais pobres do Estado. Enquanto isso, uma foto que circula na cidade, mostra o filho do prefeito Jorginaldo Vieira, que tem o mesmo nome do pai, esbanjando dinheiro na cintura e nas mãos, gerando a revolta de populares sertanejos.
A foto em preto e branco mostra o filho do prefeito, que também se chama Jorginaldo Vieira, com várias notas de R$ 50 na cintura e nas mãos, mostrando uma realidade financeira bem diferente da encontrada no município sertanejo.
Segundo um popular que preferiu não se identificar, os números da cidade não refletem de fato a situação do município. “Além de sofrer com a triste realidade de ser um dos municípios mais pobres de Alagoas, a população de Olivença é obrigada a aturar demonstrações de humilhação e ousadia, vindas do filho do prefeito Jorginaldo Vieira, no mínimo contraditórias com a atual realidade social”, afirmou.
O morador da cidade é uma espécie de porta-voz de parte da população que de fato se incomoda com a situação do município e o descaso do poder público. “ A foto mostrada é espantosa e desrespeita o povo sofrido do sertão, que em meio a tantas deficiências históricas ainda tem que se deparar com tamanha falta de sensatez e bom senso”, criticou.
Segundo informações, a cidade de Olivença sofre com a falta de água constante, a saúde é deficitária e a educação apresenta problemas estruturais e de pessoal. Além disso, a reportagem do CadaMinuto apurou que nos últimos dias a classe da saúde vem sofrendo pressões da população.
Denúncias dão conta de que faltam médicos da saúde familiar, enquanto servidores da saúde realizaram na terça-feira, um manifesto cobrando satisfações quanto a situação do Sindprev municipal.
CadaMinuto tentou contato com o prefeito Jorginaldo Vieira para checar tais informações e denúncias, mas o seu telefone pessoal estava desligado, enquanto o da prefeitura, chamava e não atendia.
Mas, através do Procurador Geral do Município, João Luiz Fornazzari, explicações sobre todas as situações foram dadas. Com relação ao ato do filho mostrando dinheiro, o representante jurídico do município afirmou que o jovem tinha a quantia de R$ 800 dada pelo próprio pai, que tirou do seu salário para pagar o conserto de uma motocicleta.
Com relação ao protesto de servidores da saúde questionando pagamentos do Sindprev, o procurador deixou claro que este órgão previdenciário não atende a classe da saúde municipal, que não aderiu totalmente ao manifesto.
Com relação a falta de médicos, João Luiz Fornazzari afirma que este é um problema geral e que a administração do município se inscreveu no programa do “Governo Federal Mais Médicos” e aguarda a chegada de novos profissionais.
Outros denúncias feitas pelos moradores da cidade ainda foram explicadas, como a situação da água. “Falta de água é um problema natural do sertão, mas o problema é com a Casal e o prefeito tenta suprir esta falta com carros pipa”, afirmou Fornazzari.

Já no tema educação, o representante da prefeitura deixou claro que tudo funciona normalmente e todo o dinheiro que entra na conta da prefeitura para efetuar pagamentos, atende a resolução do Tribunal de Contas para que seja feito depósito on-line, sem saque.
Por: CadaMinuto
Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário